Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O salão circular

Numa área rural, a 300Km de São Paulo, o tempo rapidamente se modifica de sol e céu claro para nuvens pesadas que descem em todo perímetro. Uma chuva fina com ventos fortes se inicia, passando rapidamente a uma chuva forte. Bagres, tambaquis, piaus, girinos, caracóis, baronesas e toda uma fauna e flora começam a cair do “céu” em meio ao inesperado temporal, deixando aparvalhados os habitantes das cercanias. Jamais se havia visto um tornado naquela região, mas era o que parecia estar acontecendo. Escuta-se o barulho de jatos em meio à tormenta. Os moradores ficam confusos com toda essa súbita balbúrdia nos ares. Tão rápido quanto iniciou, o temporal vai se dissipando. As pessoas, ainda atônitas, saem a “colher” os peixes sob o protesto  apocalíptico  dos mais velhos:
- ...É castigo! -
- ...O fim se aproxima! - Balbuciam, com o medo estampado nas faces.

Num salão circular, poltronas parecidas com cadeiras de dentista se distribuem igualmente acompanhando-lhe o formato. Humanóides, dos quais só se percebe a silhueta, abrigam-se nelas. Nas “paredes” que circundam o asséptico salão há telas parecidas com janelas. Nuvens semitransparentes preenchem o vazio do ambiente central.
A comunicação entre os “seres” se dá por uma espécie de telepatia. Mais do que isso; unidos, eles a usam para conversas, para decisões e para movimentar a nave. Esta  interação seria uma espécie de “comandos cinéticos”.
- Causamos um tornado no vácuo da nave! Não conseguimos neutralizar completamente a gravidade nem deixarmos de deslocar o ar.
- Os dois membros novatos não conseguiram a freqüência correta.
- Temos que continuar saindo da atmosfera em linha reta e com isso iremos aumentar o redemoinho.
- Tem duas naves terráqueas nos seguindo.
- Não podemos desviar e o vácuo irá apanhá-los.
- Os cálculos nos dizem que conseguirão sair do funil de ar e água em 7 segundos terrestres.

Do chão se vê um arco tênue riscar o céu profundo. Aos poucos, os locais tendem a retornar a sua vida normal. Ouve-se o barulho de carros se aproximando. O caseiro abre o portão principal. Três carros entram rapidamente e param em frente a casa. Saem 2 homens de cada carro. Pedem para entrar e o fazendeiro os autoriza enquanto  outros se espalham pela propriedade perscrutando cada metro. Os que entraram são convidados a sentar à sala e logo pedem para que os presentes lhes contem o que viram. O proprietário e os familiares com ares de desconfiança e ainda atordoados pelos acontecimentos, lhes narram o ocorrido.
Novo burburinho de veículos. Os homens levantam-se, juntam-se aos outros e tão rapidamente quanto chegaram tomam os carros e saem como quem foge. A imprensa havia chegado. Novo pedido de entrevistas. Fotos de todos os recantos. Câmeras de TV e como o próprio estranho tornado, se vão aos poucos deixando as pessoas da fazenda, uma vez mais, desnorteadas com o movimento repentino.

No dia seguinte, com os jornais nas mãos, lêem as manchetes: “JATOS PERSSEGUEM UFOS NO INTERIOR DO PAÍS”, “DISCOS VOADORES FAZEM CHOVER PEIXES”
“ET’s RECOLHEM ESPÉCIMES TERRESTRES”
Ao ler as manchetes e havidamente ir para as reportagens, o fazendeiro vira-se para a mulher e pergunta:
- Tu acreditas nisso Antônia?
- Esse povo ta doido meu velho!
- É o fim dos tempos... Completa a avó!



Nota:
1. - Esse conto foi inspirado em notícias veiculadas na imprensa na década de setenta.
2. - Os microcontos postados no Recanto foram alterados de roteiro de quadrinhos (ainda preservam um pouco) para o formato atual.


Edbar
Enviado por Edbar em 20/11/2006
Reeditado em 20/11/2006
Código do texto: T296314
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edbar www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edbar
Recife - Pernambuco - Brasil, 65 anos
2870 textos (82801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:26)
Edbar