Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os pés

 

 

Esquerdo, olha aqueles pés pequeninos correndo, será que estão apostando corridas? Acho que sim Lembra quando tínhamos essa idade, Ah que saudades! os passos passam assim como o tempo e vejam só, nós dois aqui nesta cadeira de rodas embaixo deste corpo que um dia foi lindo , forte e enorme, eu até o suportaria mas ele não acredita mais em nós, acho que a única vantagem que temos hoje é a de ele não vestir mais sapatos e assim olhamos e respiramos . Esquerdo, esquerdo, ei, estou falando com você, dormindo novamente! não faz outra coisa na vida, alias ele não anda por ter perdido a confiança em você, seu dorminhoco. Esquerdo.... esquerdo...ESQUERDO! Oi!, fala, que esta acontecendo? Estou falando contigo, pô! Desculpe mas estou com sono Que acontece, faz tempo que sinto um certo desanimo contigo, nem conversar mais você quer! Direito , você deveria me respeitar mais e ver que a culpa não é só minha , olhe para cima e veja o quanto a mão esquerda trata a direita com carinho e as diferenças entre elas são enorme , a direita não faz nada e a esquerda faz tudo, pense um pouco nessas suas atitudes comigo. Esquerdo, mas nem conversar mais você quer! Eu quero sim, mas não tenho a mesma força que antes, entenda. Desculpe me Direito, não quero ver você triste. Direito, lembra do primeiro passo? Claro que lembro Éramos pequenino de tudo, lembro como se fosse hoje , lá em cima a mão esquerda estava se segurando no berço e eu bem ao seu lado numa briga para ver quem iria dar o primeiro passo Lembra dos nossos gritos ? LARGA O BERÇO MÃO , LARGA O BERÇO, LARGAAAA!!!!!!!!! E quando ela largou do berço você saiu na frente, não sabes como fiquei , foi como se você tivesse disparado e sumido e o segundo passo ficou para mim e quando fui, fomos todos para o chão , você ria tanto e eu só chorava e não foi de raiva e sim de dor pois todo o corpo caiu sobre mim, depois demorou mais alguns dias para a próxima tentativa, como fiquei inseguro, mas ela veio e desta vez eu sai na frente, mas de que adiantava pois ali era o terceiro passo, o primeiro já havia sido dado e tinha sido seu Nossa Esquerdo, você guarda até hoje essas mágoas? Claro! Foi o primeiro passo e tenho certeza de que você nunca esqueceu, estou certo ? Sim,  está totalmente certo, não esqueço essa como também outras em que você levou a melhor. A é, então conta uma?

É direito, você também não esta nada bem , anda fraco da memória, né?, lembra quando fiquei de castigo sem poder tomar banho durante dez dias ?

Hi, hi , claro que lembro, e a culpa foi toda minha, se eu não tivesse dado aquele passo em falso nada teria acontecido É isso mesmo, meteram aquele gesso e deixando apenas os dedos de fora , como coçava, e o fedor e ainda tinha que escutar você reclamando que não estava suportando o cheiro. É mas teve o seu lado bom , vai! QUAL? Descansamos pacas , para aquela época foi maravilhoso tínhamos dezoito anos e o homem ai em cima estava vivendo um momento na vida, não parava um minuto. É nesse ponto você tem razão, como esse danado gostava de subir em arvores e na hora de descer, lembra? Claro , e o que mais lembro é que na hora de descer você era sempre o ultimo a chegar e todo o peso do corpo caia sobre mim e ainda tinha que ouvir você tirar sarrinhos para parar de dar mancadas É , é mesmo Direito vou te fazer uma pergunta e quero ver se vai lembrar? Fala! Quem fez o primeiro gol? Você, mas me diga quem fez mais? Você! É mas quem fez o mais bonito? Me desculpe mas disso eu não abro mão O que! Isso mesmo, lembra daquele jogo em que os pés do Pelé driblaram cinco jogadores e deu aquele chutão de fora da área em que a bola bateu no travessão e voltou e de primeira eu empurrei para o gol, como foi lindo! É claro que foi lindo , mas lindo foi o que os pés do pelé fizeram antes Ah vai, e você qual foi o seu gol lindo, vai dizer que foi aquele que você chutou de fora da área na final da copa do mundo em que deu o titulo do mundial para o Brasil, foi esse? Não, não foi esse, meu gol mais lindo foi aquele em que o zoinho da casa dezenove deu um chapéu no Edson da casa 14 e chutou para frente, eu matei a bola de primeira e chutei para o gol, bateu nas duas pedras e entrou, aquele sim foi um verdadeiro gol, digo isso pois senti como o coração lá em cima bateu e jorrou o sangue que veio a mim como prêmio, no gol da final da copa do mundo não senti esse sentimento pois eles estavam voltados para uma tal de conta bancaria. É você disse tudo, como as coisas mudaram com o tempo, é acho que você tem razão esse seu gol foi lindo Esquerdo , olhas os pezinhos de novo, lá vem eles correndo, como são bonitinhos, pequeninos, leves e quanta vida pela frente É mesmo Esquerdo to com uma coceira , coça aqui no calcanhar Hoje? É agora, faz esse favor Ok, tá bom assim ? Só isso? hã? Deixa pra lá, dormiu novamente O mão esquerda, mããããão! Tá afim de bater um papinho?  
Paulo de Tarso Itacarambi
Enviado por Paulo de Tarso Itacarambi em 24/11/2007
Reeditado em 25/11/2007
Código do texto: T750682

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Tarcio). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo de Tarso Itacarambi
Poá - São Paulo - Brasil, 57 anos
433 textos (25514 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:21)
Paulo de Tarso Itacarambi