Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Monstro

Ela precisava correr,sim,precisava ir o mais longe possivel.
As palavras de Shadow ecoavam em sua cabeça.Será que esse era seu destino,virar um monstro sem alma?Um bicho sem o menor sentimento?
A dor era forte em todos os seus musculos.Pensar naquilo doia e como doia.
Quando percebeu ja estava fora da cidade,se ajoelhando na estrada deserta ela quis morrer mas isso ja não lhe era mais possivel.Seu corpo ja não suportava o esforço da luta e da corrida,estava exausta essa era a realidade.
Foi então que ela percebeu que alguém se aproximava.Se colocando de pé rapidamente ela percebeu que o estranho era uma mulher que caminhava devagar até ela.
Os longos cabelos loiros da estranha chegavam até as coxas e suas pontas estavam manchadas de algo parecido com sangue.
A mulher tinha um olhar inocente mas Fairy sabia muito bem que esse olhar era falso.
Mostrando as presas e as garas Fairy se preparou para atacar mas a estranha foi mais rápida.Num instante Fairy estava no chão imobilizada,encarando aquele monstro que falou.
- O que te fez pensar que seria mais rápida?
- Quem é você?- Murmurou Fairy quase sendo sufocada.
- Eu sou Fairy...
- Não...Eu sou Fairy,você é uma vadia. - Agora Fairy sentia mesmo que iria morrer nas mãos daquela vagabunda.
- Não querida,você tem sentimentos,a verdadeira só tem ódio e desejo de sangue...Eu sou Fairy. - Disse a estranha a pertando o cotovelo na garganta de Fairy.
- Sha...Shadow... - Tentou gritar enquanto estava sendo sufocada mas a estranha não cedeu.
- Ele está morto querida,Romanin o matou e eu matei Romanin!Afinal foi para isso que a guerra serviu...Agora cale-se e enfrente a sua morte com coragem! - Dizendo isso a estranha deu um ultimo empurrão na garganta de Fairy fazendo-a desmaiar.
Ao acordar Fairy não viu mais a estranha mas sentiu o gosto de sangue na garganta.Ela levantou rapido temendo que a outra ainda estivesse ali.
Ela tentou levantar mas algo queimava seu pulso,então ela viu a fina pulseira de prata colada a sua pele e na pulseira uma pequena mensagem.
"Não são todos que enfrentam sua fera interior..."
E você ja enfrentou a sua?Sairia vivo se enfrentasse?
Hell
Enviado por Hell em 13/06/2006
Código do texto: T174689

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hell
Maringá - Paraná - Brasil, 26 anos
149 textos (36167 leituras)
1 áudios (287 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:22)
Hell