Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite de todos os santos

Tudo o que eu queria era um café forte,ou quem sabe uma cerveja gelada.Mas parece que a noite já começou estranha,ao sair na rua notei que essa se encontrava deserta,mas como eram nove da noite!
As lojas e boates fechadas,mas que merda será que hoje é feriado e eu esqueci?!
Parece que posso dizer adeus ao café,o jeito é entrar em qualquer bar e perguntar o que raio de feriado é esse!Parece que estou com sorte,na esquina tem um bar aberto.
Ouço a gritaria de longe,hoje tem jogo do Brasil?Não,não pode ser...Será que estou tão desatualizada assim?
Perco minha linha de pensamento ao ver a primeira pessoas ser atirada para fora do bar,era só o que me faltava gangues!Ando mais rápido,quem sabe posso fazer alguma coisa.
Confusão total dentro do bar,pessoas mortas sobre o balcão,outras feridas,assustadas.Acho que sou a única inteira naquela massa humana.De repente como vindo de um pesadelo cachorro feito de partes humanas pula sobre o balcão estraçalhando o corpo de mais um.Pego
minha arma,não saio de casa sem ela,atiro três vezes.O cachorro apenas abre a boca cheia de baba e sangue.
Da rua surgem mais dois cachorros guiados por três homens muito brancos,esses com chifres e asas.Os homens soltam os cachorros,eu corro,fazer o que?
Então ele surge,de moto o capacete não me deixa ver seu rosto mas sei que ele está lá,reconheço a voz.
-Mayra você é mesmo muito burra!Hoje é dia de todos os
santos,como deixou que abrissem o portal.—Depois de me xingar de tudo Adrian dirige a toda velocidade fugindo dos demônios e seus bichinhos.
 No caminho ele me estende minha metralhadora de estimação,20 balas
de prata com força máxima a cada carga.
Adrian continua dirigindo e atirando nos mortos
vivos,vampiros,lupinos e cachorros demoníacos que aparecem,eu cuido dos demônios alados e das pragas subterrâneas.
E pensar que tudo o que eu queria era um café forte.Mas deixa pra lá.É noite de todos os santos,Baltazar abriu o portal,nosso mundo está cheio das criaturas mais bizarras,carniceiras...
A noite vai ser longa...Muito longa...
Hell
Enviado por Hell em 29/06/2006
Código do texto: T184770

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hell
Maringá - Paraná - Brasil, 26 anos
149 textos (36164 leituras)
1 áudios (287 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:13)
Hell