Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEDO MÓRBIDO

 Rodney sonha naquela noite soturna e sombria de inverno.As árvores estavam alvoroçadas ,sentindo aquele vento macabro roçar contras elas.Este vento fazia um rúido pavoroso que assustava até os lobos selvagens .
 A neve continuava a cair na noite infindável , e o vento trazera algo de ruim consigo.A brisac exalava um barulho medonho...
 Rodney luta contra o seu pesadelo, sangue por toda parte , gritos e medo ,muito medo.O garoto sucumbido pelo sonho ruim acorda desesperado quando escuta barulhos estranhos no quarto de seus pais, após o pesadelo o desespero aumenta , então ele pula a janela do seu quarto e começa a correr pela noite gelada e sepulcral .Ia para a casa de um amigo que conhecia as brumas do desconhecido,Pedro que temia acontecer uma coisa que já começava a acontecer.
 Rodney corre e a cada instante sem desgrudar os olhos das costas naquelas paisagens sombrias .A cada momento o medo predominava em sua mente ,ele se apavora como um psicótico preso no quarto estofado.Ele corre e corre sempre olhando para trás.Quando Pedro aparece em sua frente o garoto leva um susto alucinante e desmaia.
 Ao acordar já estava na casa do amigo, Rodnay conta tudo o que aconteceu ,então eles seguem para a casa do menino.
 Eles entram silenciosamente , porque o clima era completamente mórbido , no interior da casa era mais inerte e frio do que o clima lá fora .
 Rodney começou a tremer .O vento começa a soprar de dentro do quarto para fora fazendo aquele ruído sombrio, neste momento até o enigmático pedro sente calafrios.
 Pedro pede a rodney que fique no andar de baixo da casa ,enquanto Pedro sobe ao andar de cima .
 A porta do quarto estava aberta .Uma mão sobre a cama ,algumas gatas de sangue escorrendo pelos dedos,ele toma coragem e entra.
 Pedro perde o fôlego , ele mesmo começa a tremer e se sente aterrorisado com aquela carnifiscina diante de seus olhos ,haviam pedaços de corpos poir todo o quarto .Os corpos foram completamente dilacerados ,ossos quebrados,as cabeças decaptadas com expressão de desespero,e sangue pintando todas sa paredes do quarto em escrituras de um dileto perverso e demoníaco.
 Pedro desce com uma ezpressão facial de supremo horror...Rodney queria ver tambem...
 Esses dois seguem suas vidas com um medo mórbido de sangue ,do balançar das árvores e principalmente do ruído do vento.
 
lord edu
Enviado por lord edu em 22/07/2006
Código do texto: T199571
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
lord edu
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 28 anos
65 textos (4619 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 17:54)
lord edu