Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem está seguro?

Tania chorava muito,seu corpo doia terrivelmente e as queimaduras começavam a criar bolhas.Tinham metido agulhas debaixo de suas unhas,costurado sua boca,quebrado varios ossos e depois tirado a pele e a carne ao redor deles.
Ela não achava que iria sobreviver,agora ela só pedia que tudo acabasse o mais rapido possivel.
O inferno era um pesadelo e parecia nunca acabar.Ela sabia que tinha sido muito má em vida mas não merecia aquilo,não aquela torura eterna,ela queria gritar mas sabia que isso só aumentaria sua dor.A dor no seu estomago só aumentava e os demonios ao seu redor pareciam rir dela.
Então como num impacto de luz uma nova pessoa entrou na sala de tortura.Aquilo fez os olhos dela acostumados a escuridão da sala doerem.A aura negra do novo ser ofuscava todas as outras e com golpes rápidos logo matou os demonios livrando Tania.
Pegando-a no colo o novo ser disse enquanto arrancava a linha da boca de Tania.
- Você foi salva agora mas depois vai preferir a tortura...
Ela ainda não entendia o que ele queria dizer,mas estava feliz por ser levada embora daquele lugar terrivel.Estranhamente sua dor havia passado quase toda,seu corpo embarcava numa dormencia gostosa.
Em outra sala de tortura Marina gritava.
- Eu quero morrer!Eu quero!Por favor me matem!
Sua garganta estava sendo aberta por uma faca incandescente e mesmo assim ela continuava vida.Tinham sido espetadas agulhas em suas gengivas,seus dedos foram quebrados,as unhas arrancadas e as orelhas decepadas.A dor era imensa mas ela não desmaiava.Agora abriam suas pernas enquanto um ferro era esquentado na grande fogueira.Marina não queria nem imaginar o que seria feito a seguir,só fechou os olhos e esperou a dor...Que não veio.Ao abrir os olhos ela viu apenas um homem parado na porta.Com um meio sorriso ele admirava o corpo da bela moça.Soltando-a ele a cobriu com sua capa,disse que tinha um trabalho para ela.

Todos estranharam quando Tania apareceu em casa,afinal ela tinha sumido a anos,a julgavam morta.Mas agora ela estava ali,parada na sala com um sorriso estranho.
A mãe quis abraça-la mas foi recebida com uma facada no ombro.
- Tania,por que? - Perguntou a mãe segurando o ombro ferido.
- Você não entende mamãe,eu tenho um numero de pessoas pra matar,minha lista inclui a senhora...Faço de tudo pra não voltar ao inferno.Dê um abraço nos demonios por mim! - Respondeu enquanto dava mais uma facada dessa vez na cabeça.
Depois de matar todos ela incendiou a casa.A cidade toda estava um caos,afinal era sexta 13 e quando todos pensavam que estavam seguros os portões do inferno tinham sido abertos,agora os condenados matavam para não voltar a sua tortura eterna.As casas pegavam fogo e o fogo era apagado com sangue...
E você,acha que está seguro?
Hell
Enviado por Hell em 13/10/2006
Reeditado em 24/11/2006
Código do texto: T263388

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hell
Maringá - Paraná - Brasil, 26 anos
149 textos (36167 leituras)
1 áudios (287 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:58)
Hell