Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tu tens teus pecados

Abro os olhos... Em minha fronte apenas escuridão, procuro me locomover, mas percebo que estou preso pelas pernas, sinto que estou deitado, algo pinga e escorre pelo meu rosto, ao entrar na minha boca sinto um gosto metálico, momentaneamente lembro-me de um isqueiro que havia guardado em meu velho casaco jeans, tento encontra-lo em um dos bolsos, sem sucesso algum...
O pavor povoa minha mente e insanamente grito, grito por socorro, sem sucesso algum, olho a minha volta, nada vejo, está tudo escuro, e agora faz um frio de congelar até os ossos...
Nem sequer me lembro de como vim parar aqui, para ser sincero não me recordo de muita coisa. Grito insanamente, mas sem sucesso mais uma vez...
Escuto agora barulho de correntes... grito para que me ouçam. O barulho aumenta e parece estar vindo em minha direção, cada vez mais intenso, uma porta se abre e então consigo ver a luz que vem de fora e algo ou alguém rapidamente entra no local...
E como em questões de segundos sinto as minhas pernas sendo puxadas,  pouco a pouco amputadas e ouvia vozes entoarem em minha mente um cântico infernal e enlouquecedor...

Tu tens teus pecados
E por isso vim te buscar
Tu tens tuas dívidas
E eu vim te cobrar
Una-se a mim, a minha carne
Pague agora por tudo...

Gritava sem parar, a dor me consumia, sentia meus membros sendo separados, lentamente, parte por parte, pude perceber que a sala se iluminou, e no teto corpos estavam pendurados por ganchos, notei que eu seria o próximo a fazer parte desta imagem...
Minhas pernas se separaram do meu corpo primeiro, era como se milhares de braços me puxassem ao mesmo tempo, e por incrível que pareça eu continuava acordado. Meus braços foram arrancados logo após e um gancho imenso foi posto em meu peito e enquanto isso era entoado em minha mente...

Em teus pecados te dou a vida
Em seus sonhos te dou a morte
Arranco cada pedaço de teu corpo como parte de tua dívida
Tua existência agora se acaba e tua alma é minha

Tu tens pecados
Tu tens dividas
Igor Spala
Enviado por Igor Spala em 04/11/2006
Reeditado em 30/12/2009
Código do texto: T281971

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Igor Spala
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
8 textos (363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:00)
Igor Spala