Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Anjo e o Padre

- Onde estou? Eu não enxergo nada.

- Está num porão abandonado. Não há muito para ver, padre.

- Quem é você? Onde estou? Me ajude, filho, estou preso.

- Eu sei, padre. Fui eu que te amarrei.

- Por que fez isso, meu filho?

- Nao sabe?

- Saber o que? Sou um padre idoso, e essas correntes estão machucando minhas mãos. Estou velho para brincadeiras...

- Está escutando, padre?

...

- A maré está subindo. Em poucas horas tudo estará inundado. A água não chegará até o teto. Se você tiver forças suficientes, poderá resistir a noite toda. Isso se as correntes não o arrastarem para o fundo.

- Quem é você?

- Um anjo, padre.

- Não pode ser. Anjos não maltratam pessoas.

- Ah! E se diz um homem de Deus! Nunca leu a Bíblia, padre? Será que gastou todo o seu tempo estuprando e abusando pobres órfãs?

...

- O que foi? Havia se esquecido de seu passado?

- Faz tanto tempo...

- É apenas justiça, padre. Ela morreu afogada. Olho por olho.

- Como você pode...

- Saber? Ela me contou. Eu sou o filho dela.

- Mentiroso. Ela nao tinha filho.

- Seu maldito! Que sabe você? Quer saber quem sou? Sou um anjo caído. Sou o filho não-nascido da jovem que você matou. Fruto da violação. Sou a vingança renascida. Voltei para te matar, pai.

- Meu Deus!

- Não há mais Deus para você. Apenas o inferno o aguarda.

- Nao!

- Adeus, padre.
Kleronomas
Enviado por Kleronomas em 18/10/2007
Reeditado em 22/10/2007
Código do texto: T699846

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kleronomas
Osasco - São Paulo - Brasil, 43 anos
6 textos (402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:38)