Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amizade de sangue

Existem coisas piores que a morte...

Fernando olhava para o apartamento procurando algo pra fazer.Tudo lhe parecia extremamente chato.Ele só estava ali a dois dias mas já se sentia sufocado.
Decidiu dormir um pouco,talvez afastasse  esse pensamentos loucos.
Deitando na sofá com o som ligado ele fechou os olhos.Um cd do Simple Plan começou a tocar,Fernando desconhecia esse gosto do amigo que lhe emprestara o apartamento,será que seu amigo tão macho estava passando a ser fã do Simple Plan?
Pegou um livro e começou a ler,o sono o dominou logo,então ele começou a vagar entre sonho e realidade.Uma música chamada Untitled começou a tocar.Fernando sentia mais alguém na sala e por mais estranho que fosse ele não procurou saber se era verdade.
Ouviu os passos leves pelo carpete,seus olhos não abriam de jeito nenhum.Ele começou a se assustar quando sentiu uma leve caricia nos cabelos.
A música tinha parado num trecho,como se algo a impedisse de seguir e logo Fernando começou a ouvir uma voz sussurrante acompanhar a letra.
“I open my eyes
I try to see but I'm blinded
By the white light”
Finalmente conseguindo abrir os olhos Fernando viu parada a sua frente uma mulher.Loira,não muito alta mas com um corpo de deixar qualquer um louco.Ela dançava de olhos fechados sem se importar com o olhar de Fernando.
Ele se demorou um pouco olhando as belas pernas antes de reparar que os tornozelos estavam com cortes feios que sangravam.Um pouco mais acima deles escrito numa letra floreada uma tatuagem com a palavra “fairy”.A saia preta tinha várias estrelinhas prateadas minimas na barra.A blusa também preta e decotada deixava entrever os seios fartos e brancos.
Fernando percebeu que ela dançava com os pulsos juntos um pouco acima da cabeça,posição estranha,parecia que estava presa.Ele olhou o rosto delicado,olhou a boca carnuda pintada de preto,os olhos delineados e com sombra também escura contrastavam com a pele muito branca.
Fernando levantou do sofá devagar olhando os pulsos dela também feridos com cortes.Num deles uma pulseirinha fina de prata brilhava.Um coração pendia no fecho.
Nesse minuto ela abriu os olhos devagar,e Fernando pode ver os belos olhos verdes e penetrantes que ela tinha.Ela deu dois pequenos passos para trás antes de abrir um pouco a boca colocando o indicador na frente dos lábios pedindo silêncio.
Então Fernando se assustou mesmo pois dos lábios dela escorreram filetes de sangue.Ela os limpou novamente pedindo silêncio.
Sentou Fernando no sofá colocando as mãos entre as dele e ele não mais a temeu.Os dois ouviram a chave girar na porta,num gesto rápido ela colocou a pulseirinha no pulso de Fernando,levantou e quando a porta se abria ela sumiu.
Fernando acorda!Acorda cara!
Fernando acordou com os cutucões do amigo Augusto.Ele se assustou e levantou as pulos.
O que foi Fernando enlouqueceu?
Não é que eu sonhei com uma garota... - Disse Fernando meio zonzo.
E acordou assustado assim?Ah Fernando você é um caso sério... - Falou Augusto descontraido. - Ainda mais usando essas pulseirinhas com coração...Não sabia desse seu gosto não.
Cala a boca Augusto! - Então Fernando se deu conta que a pulseira da garota estava em seu pulso. - Peraí essa pulseira é dela!Da garota do sonho,foi ela quem colocou no meu pulso!
Ai Fernando o que você andou fazendo na minha casa...- Continuou Augusto de brincadeira.
É sério Augusto.Por acaso você a conhece?Ela não é muito alta,com cabelos loiros,olhos verdes...Tem uma tatuagem no tornozelo escrito “fairy”...
A espressão de Augusto mudara totalmente,agora ele estava sério e disse.
Me deixa ver essa pulseira Fernando. - Puxando o pulso de Fernando ele olhou a pulseira e o coração que pendia dela. - Impossivel!Fernando,eu não sei com o que está metido mas acho melhor começar a falar... - Augusto agora se mostrava preocupado.
- O que foi Augusto,por acaso era sua namorada ou algo assim?
- Antes fosse Fernando,eu já vi essa garota mas foi aqui olha! - Augusto sacudiu na frente de Fernando um exemplar do jornal da manhã.
Fernando viu na primeira página a foto da garota que vira no sonho,só que com outra roupa e com cabelos compridos.A noticia abaixo o espantou mais que tudo.
Em cima da foto tinha o titulo.
Encontrada quinta vitima do maniaco do arame
O resto da noticia falava de uma tal de Anna,a quinta vitima encontrada numa cachoreira perto dali.
Fernando estarrecido ficou sentado no sofá e largando o jornal encarou o amigo que disse.
- Ela tá morta Fernando,você anda “sonhando” com mortos.Agora a pulseira dela está no seu pulso!Fernando o que você fez?!
Fernando continuava calado,pegando na pulseira olhou o coração onde numa letra caprichada e marcada na prata estava escrito apenas isso “Anna fairy”...
Fernando lembrou do jeito esquisito que ela dançava,dos pulsos e tornozelos machucados,da boca cheia de sangue.Então na sua voz ecoou a voz sensual dela."Fernando...Eu quero voce Fernando...Eu preciso"
- Ai Augusto!Ela ta na minha cabeça Augusto!
-Como na sua cabeça Fernando?Você tem problemas cara!Eu vou chamar alguém aqui!
Augusto saiu da sala atrás do telefone.Fernando se viu desesperado,agora estava encrencado,o amigo devia ter ido chamar a policia,agora iria ser preso.
Nesse instante a garota apareceu na sua frente,ainda que translucida ela o guiou para fora do apartamento.
Agora estava a salvo,pelo menos por enquanto...A salvo na companhia de uma morta...Uma morta
Hell
Enviado por Hell em 20/12/2005
Reeditado em 20/07/2006
Código do texto: T88720

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hell
Maringá - Paraná - Brasil, 26 anos
149 textos (36169 leituras)
1 áudios (287 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:29)
Hell