Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inimigos a vista - Irremediavelmente apaixonada

As festas são ocasiões curiosas.Lá onde todos parecem se conhecer e subitamente você conhece todo o tipo de gente.
Foi assim com Mauricio,convidado por um amigo a festa de inauguração da Red Dragon boate que prometia ser muito frequentada.
Muitas pessoas estavam ali,mulheres lindissimas dançavam semi nuas no balcão e a música era terrivelmente alta.Foi então que depois de muitas doses de bebida desconhecida Mauricio avistou a mulher mais linda da pista.
Loira,com um corpo de dar inveja a modelos e um olhar que arrebataria o coração de qualquer um ela ainda dançava provocante.Mauricio não conseguiu desgrudar o olhar.
- Linda não? - Falou uma voz grave do seu lado.
Mauricio olhou assustado e viu que o homem que falava era alto com cabelos pretos e olhos castanhos,mas com o mesmo olhar penetrante de moça.De alguma forma o homem lhe passava confiaça então Mauricio continuou a conversa.
- Sim,ela é mesmo maravilhosa,você a conhece?
- Claro,ela é conhecida por Fairy...E me diz quem não julgaria essa mulher uma fada? - Disse o desconhecido.
Nesse momento outro homem com cabelos pretos e olhos azuis claros se aproximou da "fairy" lhe dando um beijo demorado.
- Incrivel como alguns homens tem tanta sorte... - Disse Mauricio cabisbaixo.
- Sim,o Romanin é um dos homens mais ricos da região.Poderoso também...Mas a Fairy é uma devoradora de homens... - Disse o desconhecido com um sorriso.
- Jura? - Mauricio se animou logo. - Mas ela nunca olharia duas vezes para um cara como eu...
- Mauricio,pensa que não conheço seu passado?És o maior ladrão de todos os tempos,pode fazer com que ela olhe pra você...
- Como você sabe? - Disse Mauricio assustado.
- Apenas sei meu amigo,meu dever é saber assim como o seu é ganhar...Ela é seu prémio.Você planeja,ela te dá os mapas da casa...Simples.
- Você acha que a Fairy vai me ajudar? - Disse Maurico confuso.
- Mas é claro,ela adora dinheiro,ou você acha que ela está com ele só por causa dos belos olhos azuis? - Falou o desconhecido com desdem. - Vá até ela quando estiver sozinha e lhe faça a proposta,é irrecusável...
- Sim,irrecusável...Mas como é seu nome meu amigo? - Perguntou Mauricio ansioso por saber quem seria seu bem feitor.
- Shadow,pode me chamar de Shadow... - Falou o desconhecido se misturando e sumindo entre os convidados.
E assim foi,três semanas de puro amor e planos com a Fairy que nunca lhe disse o nome.Finalmente o dia do assalto chegou,Romanin não estaria em casa e Fairy lhe abriria as portas.
De preto no horario combinado Mauricio escalou até a janela da bela Fairy,ela lhe colocou pra dentro com um beijo dizendo.
- O dinheiro está na biblioteca,não esqueça que prometeu casar comigo longe daqui depois de tudo isso...
- Nunca esquecerei meu amor... - Disse Mauricio descendo as escadas sorrateiramente seguido pela bela fada.
Suas mãos enluvadas pousaram leves na maçaneta de prata da porta da biblioteca.Abrindo a porta devagar qual foi sua surpresa ou ver a lareira acesa,Romanin sentado em uma cadeira e Shadow de pé tomando conhaque ao seu lado.
- Nunca lhe disseram para não confiar em mulher meu caro? - Disse Romanin abraçando Fairy pela cintura.
Mauricio viu Shadow pegar uma faca de cima da mesinha,limpá-la em uma toalha branca então percebeu toda a armação e disse suas ultimas palavras.
- Desgraçados!
Mauricio morreu gritando,gritos que não sairam pelas paredes grossas e a porta de carvalho.Diante do corpo esquartejado Shadow conhecido como "conselheiro da morte" disse.
- Esqueci de lhe avisar que no seu plano havia uma falha.Fairy é irremediavelmente apaixonada pelo Romanin... - Um sorriso cínico estampou seu rosto enquanto ele tirava uma boa parte de carne das costelas e oferecia a Fairy enquanto Romanin dizia.
- Eles estão cada vez mais idiotas,isso só facilita nossa existência...E você meu amor,está cada vez mais bela...Shadow me passe um pouco do pescoço quero sentir o gosto desse otário...
A lareira iluminava a cena do jantar macabro que se tornara Mauricio e seus olhos ainda refletiam a sua ultima visão.O sorriso maligno de Fairy...
Hell
Enviado por Hell em 10/01/2006
Reeditado em 30/05/2006
Código do texto: T96647

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hell
Maringá - Paraná - Brasil, 26 anos
149 textos (36160 leituras)
1 áudios (287 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:36)
Hell