Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Vingança da TV

       Já fazia três meses que ele não assistia televisão. Muito trabalho e quando não trabalhava ia viajar ou saía com amigos e estava feliz assim, sem a TV. Até que num certo dia ele decidiu ficar o dia inteiro assistindo televisão, faltou ao trabalho e não atendeu nenhum telefonema. Fez pipocas, colocou biscoitos recheados numa vasilha, e muita cerveja na geladeira. Estava pronto para a maratona televisiva. Seu plano era ficar uma hora em cada canal, independente do que ia passar e se ele ia gostar, seria só um dia, depois voltaria a sua vida normal sem tevê. Com a pipoca ao lado e um refrigerante pra começar ele apertou o botão do controle remoto e o aparelho ligou. Como estava totalmente por fora da programação nem sabia o que estava passando, mas conforme o tempo ia passando reparou que ele conhecia as pessoas que passavam na tela. Não eram apenas familiares, eram pessoas do cotidiano dele. No primeiro canal estavam as pessoas que trabalham com ele e elas estavam falando dele e mal ainda por cima, davam risadas e ficavam zombando. No segundo canal eram os colegas da faculdade que ele faz a noite e também falavam mal, apontavam os defeitos e riam do que falavam. No terceiro canal foi pior ainda: os parentes eram os protagonistas: tios, primos, até os avós falavam mal. Ele nem quis assistir a todos os canais. Saiu de casa e foi para uma lanchonete e lá também tinha uma televisão. Estava passando o jornal da manhã e todas as notícias eram a respeito dele: o quanto ele devia pro banco, pras lojas, numa segunda reportagem mostrou as namoradas que ele traiu, nem na hora dos esportes ele foi poupado: mostraram uma foto dele com a camisa do time adversário, mas ele não tinha virado a casaca, estava apenas pagando uma aposta. Foi o estopim. Ele voltou pra casa e nem teve coragem de ligar o televisor. No dia seguinte ele foi trabalhar normalmente sem falar nada com os colegas de trabalhos e quando chegou em casa assistiu um pouco de tevê e dessa vez não passava nada da vida dele. Agora ele sabe que se fizer o que ele tinha feito antes vai voltar a ter seu castigo e de agora em diante assistirá televisão nem que seja pra ver a vigésima reprise de um filme que já foi sucesso na década passada.

FIM

06/03/06
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 24/03/2006
Código do texto: T127945
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42685 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:56)
Miguel Rodrigues