Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANJO ZERO




MEU PECADO


Dos meus irmãos, eu era um dos maiores.
Um Serafim, anjo de luz, que chorou lágrimas de sangue quando Lúcifer caiu.
Eu não podia entender como um Anjo pudesse deixar o próprio Paraíso, o próprio Amor, por Orgulho e Ambição. Isso é tão pouco...
Mas meu crime foi maior.
Eu pequei contra o Amor.
Fui um dos Anjos caídos pelo amor de uma mulher, da qual nem mais o nome consigo citar.
Pequei por tentar escravizar o Amor em apenas uma pessoa.
O Amor é de todos, para todos, não cabe num Ser apenas. Portanto, o Amor se revoltou.
E na minha cegueira, eu tentava ainda mais prendê-lo, escravizá-lo, até que em Ódio o Amor se transformou.
Eu perdi tudo... perdi minha Luz, meus Irmãos, meu Lugar, e o Amor.
Poderia me arrepender, e me arrependi muito, mas não ao ponto de sufocar o Ódio que em mim nasceu.
Como Anjo Arrependido, vago sem Mundo, sem Lugar, sem Parada, não posso entrar no Reino de Luz, nem no Reino das Sombras, pois não pertenço a nenhum deles.
Sou portanto o último dos anjos. O Anjo Ômega. O Anjo Zero.

Portanto agora deixo aqui assinado, apenas Anjo Zero, como doravante serei chamado.

Lágrimas de Sangue.
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 19/09/2006
Código do texto: T244231

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21460 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:00)
Edilene Barroso