Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INDIFERENÇA



27/12/05


Quanto mais eu tentava segurar minha amada em meu coração, mais ela parecia se distanciar de mim.
Seus beijos eram amargos, seus carinhos, obrigados... e eu insatisfeito cada vez desejava mais, um fogo que não se apagava, queimando sem parar, me consumindo de dentro para fora, voraz e assassino.
Enfim, ela caiu num torpor em que nada mais lhe afligia, nada mais lhe espantava, era-me totalmente indiferente a tudo o que eu fazia.
Essa foi a pior dor que eu já havia sentido em toda minha existência: a Indiferença.

Lágrimas de sangue.

ANJO ZERO
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 22/09/2006
Código do texto: T246257

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21458 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:38)
Edilene Barroso