Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um filho,um ser "A esperança"

Foi gerada em um dia qualquer, de um mês qualquer,por uma grande mulher que à gestou dentro do seu ventre durante precisamente nove meses"A esperança".
Ganhei a luz!Diz ela,para encherga os atalhos da vida que vou seguir.
Sérei amamentada a cada hora,durante aos seis ou aos oitos primeiros meses de vida.
Dai então me alimentaram de outras maneiras.
Aproximadamente aos dez meses estarei caminhando,Quero dizer:"Dando meus primeiros passos".
Quem diria a esperança,a própia esperança caminhando com ela mesma em busca da esperança.
Anos se passaram continua eu a esperança,buscando fora de mim o que sou o que tenho.
Trabalhei, criei filhos ou melhor:Criei esprança sofri como todo pai,com a esperança.
Hoje aos setenta anos de idade,ainda com esperança eu aposentado,doente,estou morrendo com esperança.
julio cesa da silva
Enviado por julio cesa da silva em 26/11/2006
Reeditado em 24/12/2006
Código do texto: T301559
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
julio cesa da silva
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
36 textos (1944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:26)
julio cesa da silva