Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARABÉNS A VOCÊ...

     "...forever young, I want to be, forever young...". Naquele exato instante, pensativo, senti-me inclinado para trás, com os calcanhares bem fincados à frente, sendo empurrado por estranhas e irresistíveis forças para um outro estágio, este, sempre temido por mim...
     Já até consigo me imaginar lá, em situações peculiares, próprias dessa etapa de vida. Posso até enxergar o cenário e o mobiliário local: recinto cúbico, pequeno, pintado de um branco imaculado, tendo ao centro um leito de aço cheio de manivelas. À frente, uma pequena janela de 20 pol. iluminada por um tubo de raios catódicos, caleidoscópios, mostrando-me coisas e acontecimentos incompreensíveis para mim, longe do alcançe de minha visão.
     Sem espelhos, já não poderei nem me ver, me reconhecer. Serei invadido e manipulado por seres estranhamente vestidos de branco, os ditos “salvadores”, todos eles alheios às minhas rotinas e indiferentes às minhas necessidades físicas e espirituais. Comunicar-me-ei com eles através de um pequenino botão, terminal de um longo fio, quem sabe, o de minha existência - se ninguém me atender ou se tocar em um outro lugar. Já viu né. Argh!
    Tenho muito medo, confesso. Não vou querer ir ou ficar lá. Se me levarem, será à força, com os calcanhares ralados. Com certeza, vou tentar fugir, não sei como mas vou correr como um louco. Prefiro tentar transpor o longo muro caiado do loteamento vizinho. Ah, se prefiro!!!

- Ei, velhinho! Tá pensativo né?... Acorde, vamos comemorar! Desliguem essa música e apaguem a luz!
- Hã?! Comemorar o quê? O que é tudo isto?...
- A festa de seu aniversário. Tome fôlego, pois agora vais apagar...Haha!
- Eu apagar, o que?... Hum!! Convidaram a Dra. Leila?

“Parabéns a você, nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de ... Pro velhinho nada?! Tudo!... Vai! Sopre as 62 velinhas com força, apaga logo, velhinho... Vai, não cospe no bolo!”  - gritam e riem em uníssono.

Penso, ao olhar para o fogaréu: "Cambada de filh... Podem parar, seus... Vão empurrar a pqp. Não vou apagar nada. Sei que vocês estão pensando em repartir o meu bolo logo após eu apagar, seus sádicos!"
                                 
                                    --//--

29 de Setembro, o dia de meu adversário, nada a comemorar. 62 anos.


Calma pessoal, como sempre, é só uma brincadeirinha reflexiva. KKKKKK!! Hahaha!!!

ZIBER
Enviado por ZIBER em 14/09/2007
Reeditado em 23/11/2009
Código do texto: T652311
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ZIBER
São Vicente - São Paulo - Brasil, 70 anos
149 textos (15150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:44)
ZIBER