Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

2-4-0: Assassinato, traição e chantagem. (parte 1)

Prólogo

Sábado, 16 de outubro de 1999

       Roberto e Janice estão neste momento fazendo amor intensamente na cama, no apartamento de Roberto, escondidos de tudo e de todos. O rapaz é amigo de adolescência de Janice e também seu amante, ela trai seu noivo há seis meses, pois ele trabalha demais e não dá muita atenção para ela, então foi buscar uma pessoa que lhe desse essa atenção e Roberto foi o escolhido, ela era apaixonada por ele quando era mais jovem, mas ele era comprometido e levava os relacionamentos muito a sério, mas agora que ele estava solteiro era todo dela. Depois de atingirem o orgasmo pela segunda vez seguida ambos deitaram extremamente exaustos.
       - Ah, como foi bom – disse Janice – nunca cheguei a esse ponto com o Marcos, ele é tão ocupado que transamos muito pouco e nas vezes que fazemos é algo rápido demais, parece que às vezes ele nem tirou a calça – zombou ela do próprio noivo.
       - Eu não sou o seu noivo, posso ser pouco comunicativo, mas eu faço em vez de apenas falar. Dependendo de mim, você nunca casaria com esse frouxo – disse Roberto.
       - Você sabe que eu tenho que casar com ele agora, para garantir um bom futuro. Quando eu tiver bastante dinheiro e não depender mais dele, fujo com você para sempre.
       - Quero só ver – respondeu o amante.
       - Duvida da minha palavra?
       - Digo que não confio totalmente, eu te conheço há um tempo, sei que é fácil você mudar de idéia e pode acabar ficando com ele para sempre, será fácil você se acomodar com o dinheiro fácil.
        - Está afirmando que não posso ser fiel aos meus planos? Perguntou Janice.
        - Não, desculpe-me. Eu não quis dizer isso, só estou com medo de perder sua companhia e seu amor.
        - Não se preocupe, não vou abandoná-lo – disse seguramente Janice, dando um beijo no amante. Vou pegar um copo de água na cozinha.
        Roberto continuou deitado, estava pensando no que fazia. Quando mais jovem era tão diferente, sério, comprometido com os relacionamentos. Parece que tudo isso mudou quando sua ex-namorada fugiu do país com outro, então decidiu que seria outro, que não iria mais se entregar tanto num relacionamento ou que não queria mais relacionamentos longos dali pra frente. Há seis meses reencontrou Janice e começou a se envolver com ela. Mas o que estava fazendo? Estava cometendo quase um adultério, quase por que ela ainda não era casada. Continuou pensando mais um pouco, sentou na beirada da cama e levou as mãos ao rosto. Sentiu a cama afundar pouco a pouco e estranhou, mas era tarde demais, dois segundos depois sentiu a lâmina de uma faca encostar na jugular, só deu tempo de ouvir alguém xingando-o e logo teve o pescoço cortado. Janice ouviu um grito vindo do quarto e correu verificar o acontecido, encontrou Roberto ensangüentado, com o pescoço cortado, mas chegou tarde demais, pois o assassino já havia fugido. Notou algo de curioso em Roberto, no seu peito havia o desenho de uma cruz feito à faca. Janice imediatamente chamou a polícia.
Farah
Enviado por Farah em 14/10/2007
Código do texto: T693870

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Farah
Curitiba - Paraná - Brasil, 31 anos
93 textos (7346 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 23:45)
Farah