Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Segredo dos Anjos - a sabedoria do matuto

Quando num existia nada
no começo do universo
quando Deus criou nóis tudo
ficou pasmo, quase mudo
com a criatura criada
e querendo lambê a cria
feiz o céu, redoma de vidro
pra nos protegê dos pirigo
e de tudo o mal lá fora

Mas viu que num dava certo
Se preguntô: “e agora?”
“Comé que eles vão respirá?”
Pensou em tirá a redoma
Abrir o céu duma veiz
Quem sabe,
Uma idéia, tarveiz...
Só que Deus tinha um problema
Tinha seus filho lá de cima
Que tomém era tudo danado
Vira e mexe um revortado
Quiria do Pai se esquivá

Foi quando veio a idéia
E o céu foi todo furado
Pra luz do sol poder passá
E tomém pra ventilá
Pra gente não morrer assado
E os furo foi piquinininho
Que é pros anjo num escapá

Descer pra esse mundo virado
despois num querê vortá
Vigi santa, que disgraceira
aí Deus ficava suzinho
sem ninguém pra aperriá
o juízo do Coitado
Óia, isso num ia prestá

Intão Ele aborrecido
triste com a solidão
decidia de veiz intão
deixá de cuidá de nóis
Aí pronto, num ia te vóiz,
nem grito, nem choro, nem vela
ladainha, churumela
agora memo que sim
que tudo tava perdido
o mundo ia se danar
Nóis tudo ia se lascar

Aiii os anjo num pode escapa!

Senão vira coisa do demo
Vixe, isso é tudo que eu mais temo
Já pensou o mundo sem Deus?
Que pisero que ia virá...
E como que havera de ser?
Como os home ia vivê?

Ia ser memo de dar dó
Feito minino criado com vó
Tudo mimano, safado
que num escuita conselho
Tudo uns bando de fedelho
É nisso que ia dar
Sem a mão forte do Home
Que uns fingi nem acreditá
Mas que quando passa uns aperto
Ajoelha e se dana a rezá

E o Pai ouve paciente
Escuita sem pestanejá
É como diz o ditado
Ele é Pai, num é padrasto
Quem é burro come pasto
Nem por isso é menos amado
Pelo pai celestiar

Mas vortando a prosa véia
Sem muita prosopopéia
Que o meu boi num quer durmi
Eu só vim de lá aqui
Pra mode poder expricá
Que o céu na verdade é peneira
E essa história de estrela
É só memo pra enganá
Os trouxa daqui de baixo
E ninguém desconfiá
Que todo segredo da História
             
            É os anjo num escapá!


TCarolina
Enviado por TCarolina em 12/04/2006
Reeditado em 07/10/2015
Código do texto: T138036
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Teresa Carolina Rocha de Souza). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TCarolina
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 41 anos
59 textos (3591 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 16:04)
TCarolina