Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desenganos

Minha mulher amada é coisa de luxo
Ela não só me ama
Mas ama todos que fizeram curso!

Gosta de diplomatas à carreteiros,
gosta de comida a quilo
Mas só dá a diplomatas, sem grito.

Minha mulher diz que me ama
Mas gosta de todos na cama
Se não é a minha
É cama quente de todos que tem tino de diplomata.

Minha mulher é sincera: "de você estou cheio,
Sstou estabanada de seu rosto inteiro"

Mas tenho corpo franzinho, igual a uma
galinha!
E lá de baixo nem se se fala:
é pintinho mole que nem alado.

Minha mulher é gente boa
Come nas casas ds deputados
Onde além de broa, tem estardalhaço
de mulher com homem e mulher até de aço.

Minha mulher, Rosinha, é fritura dos homens
Pra mim é coisa ainda boa
Pois, enquanto ela fatura com os deputados
Eu faturo o troco do enganados !
José Kappel
Enviado por José Kappel em 23/06/2006
Código do texto: T180681
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26780 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:46)
José Kappel