Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Começa a Campanha Política

Pois é, tá começando a campanha do diz nada!
Cada um afoito e trêmulo que é uma parada
São os felizardos candidatos
ao nosso pleito relapso.

Vai ser um martírio minimizado na tevê
ver todos de toga e casemira ter
um ou meio minuto
pra dizer : eu não vou roubar muito

Gente de todos os lugares, até os escassos
Vao aparecer na telinha que não é de aço
Prá aguentar tanta bobalhada
Pra gente que só come coalhada

Vão dizer com muito mérito:
Votem em mim faço tudo pelo povo enérgico
Arregaço as mãos e pego um metro
E vou medindo problemas, e até os tétricos!

Resolvo tudo - vão dizer - pois sou bem intencionado
Sou homem público e avesso aos já condenados
por corrupção ativa e passiva
Pois de mim nunca roubarei na ativa.

Quero melhorar o Brasil - e dizem eles - formáticos!
Quero melhor as condições do povo faminto
Vote em mim que eu resolvo pois sou um fanátivo
em democracia, honestidade e jamais minto.

Vejam - dizem - meu passado corrobado
de limpidez, honradez de um homem coroado
de grande vontade de trabalhar todo dia suado
para o bem da nação que só reclama de roubadas.

Vou melhorar, vou endireitar, sou honesto
Homem íntegro e positivo, algoz e presto
Para ajudar meu povo humilde e trabalhador
um povo viril que só come restos!

Mas se bobearem um pouquinho
O que posso fazer neste ninho?
De homens honesto que viram lalaus
De um momento para outro, igual seu Nicolau?

E se duvidarem de minha palavra, perguntem a
minha doce mulher e meus 10 filhos
Sou homem forte e rijo,
Mas que na hora de colher o tal dinheiro
Sou o primeiro da fila, igual a um jardineiro,
fila que já tem cento e um depressinha,esperando,
receber por fora, igual a um ganso esperneado
pelo dinheiro público que de dono não tem !

Pois, se eleito for alguém
Ninguém é de ninguém,
Sumam já com o povo de bem !
Pois deles já estou cheio e amém!

E Lula?
Bem, Lula vai ser reeleito!
E o Brasil?
Bem, o Brasil vai sendo desfeito !

E tem resto?
Tem !
- Sou eu que não presto !
José Kappel
Enviado por José Kappel em 23/06/2006
Código do texto: T180682
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:30)
José Kappel