Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORDEL DA SELEÇÃO

Muito bom, é isso aí!
Brasileiro não tem que lembrar que é brasileiro só de 4 em 4 anos.
Mas...  como boa brasileira e levada da breca, fiz um cordelzinho rapidinho:
 
 

CORDEL DA SELEÇÃO

® Lílian Maial



Adentrei nesse cordel,
Pra contar para vocês,
O Brasil virou freguês
Da dona da torre Eiffell,
De um azul da cor do céu,
Dominou logo o Parreira,
Que, de tanta tremedeira,
Se escondeu atrás de um Gordo,
Só gerando desconforto
Pra torcida brasileira.

******


A torcida bem gritava
suplicava por Robinho,
Ou, quem sabe, um Mineirinho,
Que é gaúcho, mas jogava,
quando o moço disparava,
não deixava nem poeira,
mas o troncho do Parreira
fica sempre sobre o muro,
relegando ao escuro
A nação futeboleira.

*******

Adriano não tem jeito,
não tem pinta de vitória,
nas Europa é outra história,
talvez, por não ser direito,
eu não bato a mão no peito,
e dá pra desesperá,
Mais ninguém vai agüentá
Ver a equipe tão parada,
Aguardando, aperriada,
Nova caca do Kaká.

*******


Com tanta carta na manga,
Lá no banco de reserva,
A pasmaceira me enerva,
A teimosia me zanga,
Inté isquimó de tanga
Sabe o que fazê c'os moço,
Não carece de alvoroço,
Só armá a marcação,
E deixá os garoto bão
Comê angu de caroço.

*********

Se os homi tá de manha,
É jogá água gelada,
Não se vence com pelada
Frente os time na Alemanha,
Tem mais teia que aranha,
Tão colado, não se mexe,
Ronaldinho não se avexe,
Teu sorriso é que me mata,
Mas o jogo num empata,
Pede ao dentista que feche!

******

Roberto Carlos, seu asno,
Teu negócio é só chutá,
Canta a bola pra ganhá,
Que num güento tal marasmo!
Tua dupla com Erasmo
Fez mais sucesso que a Copa,
Tua cantiga me dopa,
E não me dá sono eterno,
Pois que vá tudo pro inferno,
Quem sabe o Demo te topa?

*******

Mas pra falar do Cafu,
Tem que tê muitcho respeito,
Já que o homi tem no peito,
Cabelo branco de Itu,
Mais parece um brucutu,
Fica véio e num arreda,
Mas, em campo, quanta méda,
Erra passe sem querê,
E eu num quero nem sabê,
Qual o asilo que lhe hospeda.

*******

Juninho Pernambucano,
Esperança do nordeste,
Homi lindo que é da peste,
Mas na gente deu um cano,
Dois mil e seis era o ano,
Pra mostrá que tem ainda,
A chance de outra berlinda,
Pra brincá no Carnaval,
Com as duas pernas de pau,
Ser boneco lá de Olinda!

*******

O Emerson, truculento,
Não demonstra na ciência
ter a tal inteligência.
Parecido cum jumento,
Pros amigos tem ungüento,
Seu abraço é uma fratura,
Com seu jeito de candura,
Coleciona, em paralelo,
Tanto cartão amarelo,
De pular a dentadura.

*******

O que salvou a lambança
Foi a zaga campeã:
O Dida, o Lúcio e o Juan
Herdaram nossa esperança,
Que se acabou contra a França,
Por conta de tal teimoso,
Que, vendo o time horroroso,
Não fez nada pra mudar,
Quem não faz, fez por levar,
Um a zero vergonhoso.

*******

Esse time tinha espertos,
Que não puderam mostrar
Que viriam pra ficar,
Como foram os dois Gilbertos,
Garotos bons e abertos,
como o Fred e o Ricardinho,
com a garra do Cicinho,
tinha chance de vencer,
se o negócio é correr,
que ze dane o Ronaldinho!

********

Zé Roberto inda tentou,
Com seu fôlego de gato,
Mas no fim pagou o pato,
De correr tanto cansou,
Pois ninguém se aproximou,
E se ninguém se aproxima,
Nem no cordel faço rima,
Vou buscar na maratona
Lutador que vem à tona:
Vanderlei Cordeiro Lima.


********


Mas eu brinco de mangá
Desse time canarinho,
Que merece meu carinho,
Mesmo sem pudê ganhá,
Pois eu vô crucificá
Um culpado pelo choro
Que a nação chorô em coro,
E mantém a choradeira,
O culpado é o Parreira,
Essa uva é desaforo!

******


Mas ele não tá sozinho,
Muito bem acompanhado
De um senhor aposentado,
Que não larga esse empreguinho,
Vai morrê que nem pintinho,
Por conta de tanto embalo,
Ocês sabem de quem falo,
Um ex-tudo nessa vida,
Pra gostá tanto da lida,
Tem que tê nome Zagallo!

*****

E agora, pra acabá,
Vô dá uma sugestão,
Que é um homem de visão,
Pra Seleção arrasá,
Vô mudá um titulá,
Que vai seguir bem a bula,
Deve ter sido gandula,
E no meio do rescaldo
dedurou o Gordo Ronaldo...
Para técnico: o Lula!

*****
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 01/07/2006
Código do texto: T185839

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248652 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:29)
Lílian Maial

Site do Escritor