Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Embolada

Assim não dá
É melhor parar
Você ai sem fala
Eu aqui calado
Duas almas
Um só lugar
Sem a menor
Vontade de viver
O brilho se foi
Agente se apartou
De aparência
Quer enganar
Toda gente
No final
Somos os dois
Enganados
Eu te vejo
De soslaio
Parece-me entranho
Algo transparente
Tipo visagem
Emoção nenhuma
Frio de madrugada
Sem cobertor
Nas calçadas
Assim me cubro
Em jornais velhos
Noticias passadas
Hoje sem graça
E na peleja
Desse entrave
Sinto seu açoite
Olhar navalha
Cortando os laços
São tantos pedaços
Que já sem conserto
Tudo ao lixo
Junto com os restos
Sobras do nada
O que restou
Ficou...
Poeira aos ventos
Não contentes
Sopramos na contra-mão
Os olhos ardendo
Lágrimas confusas
Em busca
Aurora em bruma
Visão cortada
Tateando no escuro
Tropeços aqui
Quedas ali
Encontros de aflitos
Eterno conflito
Em risco
Página virada
Escrita em branco
Mudando a história
Letras embaraços
No encalço
Tudo se esconde
Na cata
Tropeçamos um n’outro...


Jamaveira
09.07.06


Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 09/07/2006
Reeditado em 09/04/2013
Código do texto: T190559
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 62 anos
1943 textos (95975 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:58)
Jamaveira