Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Virge da Carpição

I
VEM DE SÃO JUSÉ DOS CAMPO
A HISTORA QUE HOJE DISTAMPO
DA MEMORA, PRÁ CONTÁ;
NUM DIA 15 DE AGOSTO,
ALI FUI, CUM MUNTO GOSTO,
SOMENTE PRÁ PASSIÁ.

II
EU CUNHECI O PUTIM,
UM RIO PIQUININIM,
DO BAIRRO PERNAMBUCANO;
UM SINHÔ, O SEU GONÇALO,
ME CONTÔ, O QUE HOJE FALO,
JÁ FAZ BEM MAIS DE DEZ ANO!

III
O CASO QUE ELE ME DISSE,
PEDIU QUE SÓ RIPITISSE,
SE EU TIVESSE DEVOÇÃO;
ASSIM CONTÔ-ME ESSA HISTÓRA,
DA VIRGE, NOSSA SENHORA,
SINHORA DA CARPIÇÃO:

IV
“HÁ MUNTOS ANO PASSADO,
O POVO FEIZ UM ROÇADO,
PRUMA INGREJA LEVANTÁ;
NO MEI DA CARPIÇÃO,
UM HOME LEVANTA A MÃO
E CUMEÇÔ A GRITÁ.

V
É QUE TINHA APARICIDO
NAQUELE CHÃO REMOVIDO,
A IMAGE DA VIRGE SANTA.
TODOS DELA SE APROXIMA:
ERA UM MILAGRE DE CIMA,
E TODA GENTE SE ISPANTA!

VI
GUARDARO A IMAGE SAGRADA
NUMA CASA BENÇOADA,
MAIS VEJA O QUE SUCEDEU:
DUAS VEIZ ELA VORTÔ
PRU LUGÁ ONDE A INCONTRÔ
OS HOME QUE A RECOIÊU

VII
TANTOS MILAGRE ELA FEIZ
QUE NUM POSSO, NEM UM MEIS,
DE TODOS ELES FALÁ;
PURISSO, MINHA ORAÇÃO
PRÁ VIRGE DA CARPIÇÃO,
EU NUM DEXO DE REZÁ”.

VII
ANSIM FALÔ SEU GONÇALO
E EU, MUNTANDO O MEU CAVALO,
DE TODOS ME ADISPIDI;
MAS TRÔXE UM POCO DA TERRA
QUE TIREI DAQUELAS SERRA,
ANTES MESMO DE SAÍ.

IX
SE UMA DUENÇA APARECE,
DIPRESSA FAÇO UMA PRECE,
E DA TERRA VÔ BUSCÁ;
MISTURO COM ÁGUA BENTA
E ANSIM QUE A TERRA SE ASSENTA,
BEBO TUDO, PRÁ SARÁ

X
É PURISSO, MEU CUMPADE
QUE EM VIAGEM, O SANTO PADE,
QUANDO CHEGA, BÊJA O CHÃO:
POIS A TERRA QUE ELE ADORA,
VIU NACÊ NOSSA SINHORA,
A VIRGE, DA CARPIÇÃO!
Marcos Coutinho Loures
Enviado por Marcos Coutinho Loures em 30/07/2006
Código do texto: T205506
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Coutinho Loures
Muriaé - Minas Gerais - Brasil, 80 anos
29 textos (3212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:08)