Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVA O DIA DO ANCIÃO.

Manoel Lúcio de Medeiros.

1
Viva o dia do ancião,
Vinte e sete de setembro,
Esta data eu não esqueço,
Ao contrário, sempre lembro,
Dia tão maravilhoso
Que traz muita alegria,
Festas e muitas lembranças,
Paz, amor e harmonia!
2
Ao olhar estes velhinhos,
Cheios de experiências,
Tiro o chapéu pra eles,
Pois são cheios da ciência!
Trazem a maturidade,
Dentro da própria idade,
Bons conselhos e vivências,
Dentro da própria existência!
3
Viva o dia do ancião,
Branco, índio, ou de cor,
Traz as marcas desta vida,
Sem nunca ferir o pudor!
A estes velhos amigos,
Dedico este cordel,
Aprenderam o ensino,
Sem ter posto nunca um anel!
4
Ancião tu és a marca,
Registrada em coração,
Que na alma traz o selo,
Bem como os calos nas mãos,
São os frutos que o trabalho,
Na vida deu de presente,
Ancião tu és a força,
Que levanta a nossa mente!
5
O branco de teus cabelos
Revela a grande pureza,
De anjo sentado a mesa,
Dando aos homens perdão!
Ancião tu és a força,
Que traduz conhecimento,
Vitória, muita labuta,
Que ouvi-las, até sento!
6
Meu ancião meu velhinho,
Que a vida já viveu,
Hoje cansado resiste,
O tempo que não perdeu!
Que Deus te dê alegria,
Nesta data que é teu dia,
E que sejas uma benção,
No meio da tua cria!
7
Meu ancião o teu rosto,
Revela os grandes valores,
Compromisso com a verdade,
Bandeira de todas as cores!
Respeito e honestidade,
Somente nesta idade,
Amizade e bondade,
No ancião são amores,
8
Por isso viva tua data,
Por isso viva o teu dia,
Quer o Senhor te abençoe,
Outorgando alegria!
Viveste já a infância,
Hoje gozas a velhice,
Entre todas as idades,
Maturidade é primícia!


Direitos autorais reservados.


Malume
Enviado por Malume em 04/10/2006
Reeditado em 09/10/2006
Código do texto: T256552
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16866 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:43)
Malume