Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Judiando
Tere Penhabe

Não sou de sentir pavor
dar conta do recado
é fato consumado
seja de amor ou de dor
não preciso de favor
por coisa que me arrelia
encaro qualquer fobia
mas tem algo que eu penso
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

A minha preocupação
vem dos livros que eu li
que eles disseram pra mim
sei eu lá se é ilusão
se é trucada no facão
o fato é que me arrepia
pensar que posso um dia
virar homem nesse trecho
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Considero esse fado
que a vida tem mistério
escabroso e muito sério
eu nunca vi ser negado
é preciso de preparo
para essa travessia
rara antropologia
ninguém sabe do começo
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Se tiver que escolher
uma mulher pra consorte
pela vida e pela morte
eu não hei de merecer
tudo que eu estou a ver
que me causa tanta azia
mulher que dá mordomia
mas não pagarei o preço
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Outra cruz fujo da risca
a tal "árvore de natal"
que pensa que é fatal
mas cheia de pisca-pisca
não há quem nela se arrisca
é tanta quinquilharia
que espanta a freguesia
eu juro que não mereço
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Me livre também Senhor
da cônjuge "dadivosa"
é rosa das espinhosas
não sou contra tal penhor
caridade tem louvor
quem dá de noite e de dia
merece muita honraria
mas à testa tenho apreço
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Não me tente a "pureza"
tem seu mérito, é fato
faz marido andar de quatro
rainha da esperteza
com toda delicadeza
se cair numa abadia
não escapa da folia
nem monge de fino berço
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

A "sargento da gestapo"
nessa nem quero pensar
chega até a me arrepiar
leito de arame farpado
ao lado canhão blindado
troco por angiopatia
ou qualquer desinteria
a trincheira tem seu preço
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Co' "Amélia" não quero nada
só é boa na modinha
não pra quem tem pra quem tinha
com a Amélia endeusada
procuram a desmazelada
na hora da regalia
de dar ouro e prataria
desse fado me despeço
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

E da "mala de mascate"
que eu possa me livrar
quem com ela se casar
no riso frouxo ela abate
transforma o peão num traste
se ele chora, ela só ria
é compra sem garantia
nunca vi virar sucesso
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Mas pior que a lista inteira
é a "baixinha linguaruda"
que dá uma de marruda
mas é só alcoviteira
posa de dama faceira
jóia rara e valentia
só reles bijouteria
é sempre caro o seu preço
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Inda me sobra a opção
de comigo me casar
não mereço tanto azar
eu só vim nesse rincão
pra ralar meu coração
colhendo patifaria
sorte ou qualquer iguaria
não tive nem no começo
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Chega a dar até gastura
pensar nesse entrevero
beato e Roque Santeiro
tirem-me dessa apertura
não mereço a varredura
prefiro a apostasia
de um João meio Maria
eu encaro o desapreço
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Fica assim o nosso trato:
se me jogarem no tacho
eu tiver que nascer macho
vou viver no celibato
santo padre ou gaiato
prometo a abstemia
de tudo que eu mais queria
não tive o quanto mereço
se assim for a Deus eu peço
seria uma judiaria.

Santos, 22.10.2006
www.amoremversoeprosa.com

Tere Penhabe
Enviado por Tere Penhabe em 24/10/2006
Reeditado em 24/10/2006
Código do texto: T272436

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tere Penhabe
Santos - São Paulo - Brasil, 61 anos
252 textos (25815 leituras)
5 áudios (601 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:43)
Tere Penhabe