Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quixotes

Nesses campos solitários,
Nesses tempos sem rosário,
Eu me vejo arrependido,
Choro e sofro estarrecido.

Somos todos bandoleiros,
Todos fomos verdadeiros,
São violas, violeiros,
Que nos fazem caminheiros.

Nas estradas vão a pé,
Sem final, sem pão ou fé,
Tentam todos ser poetas,
Buscam todos seus profetas.

Nossos palcos são moinhos,
Cavaleiros sem caminhos,
São Quixotes em degredo,
Sem comida e sem brinquedo.
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 29/06/2005
Código do texto: T28980

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351716 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:18)
Nel de Moraes