Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A HORA DA AVE MARIA...

No interior, no sertão
Um costume, lembro, havia
Quando chegava a tardinha
Já escurecendo o dia
Mamãe e papai nos chamavam
E todos se ajoelhavam
Pra hora da Ave Maria

Era o Padre Donizetti
Quem fazia a oração
Disso jamais me esqueço
Via em Papai sua feição
Me lembro que as vezes via
Lágrimas que escorriam
Tão grande sua devoção

Mamãe, sobre nosso rádio
Um copo d'água botava
E essa água, era certo
O padre a abençoava
Terminada a oração
Benzíamos-nos, e então
A água a gente tomava

Hoje, as vezes me pergunto
Vendo o mundo como é
Muitas gerações  se foram
Será que "está de pé"?
Será que nosso sertão
Mantém essa tradição
Esse costume, essa fé?

(Zé Roberto)




Zé Roberto
Enviado por Zé Roberto em 11/10/2017
Reeditado em 11/10/2017
Código do texto: T6139843
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zé Roberto
Mauá - São Paulo - Brasil, 53 anos
178 textos (8274 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 01:02)
Zé Roberto