Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

...

A alma dele é revestida de um feminino invisível, transparente .. tem uns rasgos, impulsos, momentos de uma grande carência, de uma loucura clandestina. Eu o construo diariamente no meu quarto, lhe dou coloridos, lhe desordeno os cabelos, lhe deixo a barba mal-feita. Esbarro nele ... às vezes chego tão perto, tão dentro, quase no avesso ...
É meio desertor da vida, inutilmente refugiado no escuro. Delator silencioso de não ter lugar, nem importância ... Eu o deixo na madrugada, com um pouco de frio nas mãos ...
valentina
Enviado por valentina em 04/09/2007
Código do texto: T638061
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
valentina
Nova Lima - Minas Gerais - Brasil, 38 anos
46 textos (2060 leituras)
15 áudios (1009 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 02:30)
valentina