Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
FOTOGRAFIA


VOU MOSTRAR PRA VOCÊS
O RETRATO DA MINHA VIDA
EM PRETO E BRANCO
DESCOLORIDO.

DA INFÂNCIA A JUVENTUDE
PULANDO DE GALHO EM GALHO
NA CASA DE NIMGUÉM
CALABOCA PIRRALHO.

HOMEM JÁ FEITO
CHEIO DE DEFEITO
PERDIDO SEM CABRESTO
NÃO TEVE JEITO.

CONTINUEI SEM MORADA
PULANDO FEITO MACACO
TODO LUGAR UM RASTRO
ATADO NO EMBARAÇO.

NESSA LIGA DE AÇO
PERDI O COMPASSO
METI AS MÃOS PELOS PÉS
A VIDA UM REVÉS.

AGORA SEM JEITO
PAGANDO PELOS REJEITOS
A SOLIDÃO MEU APREÇO
PORÉM MEREÇO.

PEÇO A DEUS NA FÉ
PERDÃO PELOS PECADOS
O CORAÇÃO JÁ MINGUADO
DOÍ PELO PASSADO.

SÓ TENHO AGORA A DIZER
PERDÍ A ALEGRIA DE VIVER
NOS OLHOS DOS MEUS
CASTIGO E MAL-QUERER.

VOU LEVAR CERTEZAS
POSTAS NA MESA
NA LÁPIDE DA MINHA TUMBA:
FOSTE ZERO A ESQUERDA.


JAMAVEIRA

Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 08/09/2007
Reeditado em 13/03/2013
Código do texto: T643836
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 63 anos
1943 textos (97637 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:21)