Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mar batendo na porta / Pede licença pra entrar.

mOTE: o MAR BATENDO NA PORTA/ pEDE  LICENÇA PRA ENTRAR.

Fenomeno da natureza/Já provocou tissunami/Eu não vou dizer o nome/E não escondo de ninguem/As ondas no vai e vem/Batendo pra lá e pra cá/Eu não quero complicar/Se tiver preso nós solta/O mar batendo na porta/ Pede licença pra entrar.

Ele vive procurando/O lugar que era seu/Não quer saber quem morreu/E não vive preocupado/Quem sabe do seu passado/Tem medo ate de voltar/O povo daquele lugar/Parece que não se importa/O mar batendo na porta/Pede licença pra entrar.

O mar é muito imponente/Domina mais da metade do mundo/E quando quer em segundos/Provoca destruição/Sofre com a poluição/Que o homem vive a provocar/Por não saber respeitar/Querendo a natureza morta/O mar batendo na porta/Pede licença pra entrar.

Moro na beira da praia/Gosto muito da maresia/Do vento quando assobia/Cortando o coqueiral/Numa noite de vendaval/Estava eu a pensar/Amanhã eu vou pescar/E vou trazer minha cota/E o mar batendo na porta/Pede licença pra entrar.

Tudo que há na natureza/É permitido por DEUS/Que aqui deixou para os seus/Bondade , alegria e fartura/Uma vida de candura/Para o homem aproveitar/E fazer desse lugar/Uma bonita amostra/E o mar batendo na porta/ Pede licença pra entrar.

Agora eu fiz esse mote/Que eu fui desenvolvendo/Era mesmo que eu estar sendo/Defensor deste planeta/E fui metendo a caneta/Sem o medo de errar/Escrevendo devagar/Sem deixar a rima torta/E o mar batendo na porta/Pede licença pra entrar.

Se eu avancei com terra/ Entrado de mar adentro/Eu não tenho argumento/Invadi a natureza/Destruindo a beleza/E sem poder concertar/Mas por isso eu vou pagar/E vou perder a aposta/E o mar batendo na porta/Pede licença pra entrar.

Não fique triste não se zangue/Eu não quero plagiar/Tô só querendo rimar/Com o mote que foi dado/Rimando com todo cuidado/Procurando não errar/Preciso me preparar/Para o caminho da volta/E o mar batendo na porta/Pede licença pra entrar.

09/09/2007......Mote e glosas de Hugo Araujo...
HUGO ARAUJO
Enviado por HUGO ARAUJO em 12/09/2007
Código do texto: T648736

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
HUGO ARAUJO
Arcoverde - Pernambuco - Brasil, 69 anos
194 textos (21912 leituras)
6 áudios (383 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 08:16)
HUGO ARAUJO