Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACREDITE MEUS AMADOS.




A vida é um encanto
Também um rio de lagrimas
No campo ou na cidade
Brilha a desigualdade.

A política é maldita
Entorpece o mais fraco
Podando o direito a vida
Daqueles que não tem nada.

As fotos dos oprimidos
No descaso são gravadas
Rostos tristes e vazios
Caminhando nas cidades.

Nas praças ou nas esquinas
Mães imploram piedade
Vendo as panelas vazias
Pede pão e solidariedade.

O homem bem apossado
No seu luxuoso carro passa
Finge não ver o que ocorre
No seio da sociedade.

Enquanto a fome devora
O homem que não tem posse
O político vive a gloria
Fingindo que se importa

Assim o tempo avança
A miséria se multiplica
Resta somente a esperança
Longiva e infinita.

Nas ruas a meninada
Nos asilos a velharada
Ambos choram suas lágrimas
Esquecidos e abandonados.

A vida é jóia rara
Acredite meus amados
Mais enquanto houve a fome
O mundo não terá paz.
luizpoetista
Enviado por luizpoetista em 12/09/2007
Código do texto: T648953
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luizpoetista
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
1425 textos (105484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 08:29)
luizpoetista