Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A BURRICE DO POVO É TÃO GRANDE, QUE ATÉ NEM CONSEGUE SER EGOÍSTA.

Nessa vida atitudes são tomadas
sem medir as futuras conseqüências
por faltar-nos também boa consciência,
e não vermos que as coisas erradas,
que fazemos, podem  tornar ciladas.
Ao agir seja um bom futurista
nunca aja como grande  vigarista
Porque assim o bem sempre se expande.
A burrice do povo é tão grande,
que até nem consegue ser egoísta.

Busque dar prevalência para o bem
Nunca tire vantagem ou proveito
Se o fato não lhe parecer direito
e trouxer prejuízo a alguém
mesmo quando vantagem se obtém,
nós devemos do bem  ser avalista.
Procurar ser uma pessoa bem quista.
Veja  bom exemplo dado por Ghandi.
A burrice do povo é tão grande,
que até nem consegue ser egoísta.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
OUTUBRO/2007

MOTE DE: FELIPE ROCHA
Henrique César
Enviado por Henrique César em 01/10/2007
Reeditado em 02/10/2007
Código do texto: T676482

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Henrique César
Fortaleza - Ceará - Brasil, 65 anos
582 textos (126922 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 02:26)
Henrique César