Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abastecendo meu Fusquinha

Meu Fusquinha, num domingo,
Tossia e não mais andava,
Fazia barulho estranho
A toda hora afogava
Limpei o carburador,
Olhei o condensador,
E a coisa continuava!

Bati no cofre do "baita"
Conversei com o "bizonte"
Eu disse a ele a verdade
"Vou te mandar pro desmonte
A menos que tu me diga
Por que que é essa bixiga
Conte logo, vá me conte!"

O bichinho buzinou
Chacoalhou e até gemeu
A carlinga arrepiou
Balançou, murchou pneu
Denunciou a gasolina
Dizendo que algum "mofina"
Na sua fórmula mexeu!

Fui correndo no Zétina
Onde o tanque ele abasteceu
Cheirei sua gasolina
O solvente apareceu
Gritei, pulei e xingando
Muitas besteiras falando
Zétina desapareceu!

Meu fusquinha agora anda,
Ninguém tasca sua lida
Anda na cidade toda
Desfila pela avenida
Acelera com potência
Arranca com violência
E o dono,  feliz da vida!










Thales de Athayde
Enviado por Thales de Athayde em 16/10/2007
Código do texto: T696633

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thales de Athayde
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
80 textos (5971 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 12:59)
Thales de Athayde