Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O NÍVER DE MIRA IRA

Hoje amanhecí contente
Vou tomar até um mé,
É o Níver de minha mãe
Minha querida, doce muié,
Também Níver de Mira-Ira
Minha musa de muita fé!

Faz setenta e cinco anos
Minha amada mãezinha,
Mira não passa de quarenta
Ela é muito teimosinha,
Também amorosa com "botos"
Ela é mesmo uma gracinha!

Na cidade de Juiz de Fora
Deve estar uma festança,
Muito tutu e feijão tropeiro
E uma grande comelança,
Eu, sofrendo aqui sozinho,
Enquanto lá, o povo dança!

Eliane Berto e Mira-Ira
Um abração pra vocês,
A gente vai ficando véio
É todo dia, é todo mês,
Você vendendo alegria
Quero ser o seu freguêz!

A fila deve estar grande
Todo mundo te abraçando,
Eu, nesse calor horrível,
Tenho de ficar trabalhando
Se sobrar um salgadinho,
Pelo Correio vai mandando!

Aqui vou encerrando
Enviando um grande beijo,
Com sabor de mel puro
E cheio de muito desejo...
De vê-la sempre sorrindo
E comendo pão de queijo!!!


PS: Paraabéns, minha linda musa!
Pedrinho Goltara
Enviado por Pedrinho Goltara em 30/10/2007
Código do texto: T715883
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedrinho Goltara
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 64 anos
630 textos (126981 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 00:58)
Pedrinho Goltara