Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Festa na casa do João de barro - quadra


Saí para dar um passeio
Fui direto para a floresta,
E  vi na galha da mirueira
Acontecendo uma  festa.

Cheguei para bem perto
Bem no meio da floresta,
Era na casa do João de Barro
Que acontecia a festa.

Como a casa era no alto
E só o João tinha uma casa,
Então foram combinados
Só entrar quem tinha asa.

Chegou logo o conjunto
Para  começar a farra,
Muriçoca trouxe a flauta
E o violino a  cigarra.

O grilo também chegou
Trazendo sua bateria,
O canário veio de longe
Para fazer a cantoria.

Muitos vinham de longe
E como era um montão,
Contrataram o gafanhoto
Prá servir de avião.

A casa toda enfeitada
De margaridas e violetas,
E para ser as dançarinas
Convidaram as borboletas.

O salão todo arrumado
Arrumado pelo xexèu,
E para os bichos alimentar
As abelhas trouxeram o mel.

Prá ninguém fazer bagunça
Naquela festa da roça,
Vieram os marimbondos
Prá servir de guarda costa.

Para entrar nesta festa
Onde a asa tem valor,
Chamaram o bem-te-vi
Prá dançar com o beija-flor..

Vendo o bem-te-vi dançando
Com a mocinha beija-flor,
O culêra foi dançar
Com a pombinha fogo-pagou.

Lá embaixo do arvoredo
Todos queriam entrar,
Mas essa é a grande festa
Só de quem sabe voar.

Foi convidado um bichinho
Que tem muitas artimanhas,
Não tem asa, mas parece que voa!
Em sua teia a dona aranha.

A festa muito animada
Todos dançando no salão,
Quando apareceu lá no alto
Um perigoso gavião.

Que veio prá bagunçar a festa
Foi dizendo que era o maior,
Que com ele ninguém podia
E dos bichos não tinha dó.

Marimbondo afiou o ferrão
Para o gavião ferroar,
Os bichos estavam unidos
Para o gavião não entrar.

A aranha pediu licença
Com cautela ficou na parede,
Quando o gavião chegou
Ela prendeu com sua rede.

Todo enrolado na rede
Estando preso o gavião,
Todos voltaram a dançar
Fazendo poeira no chão.

Meu passeio foi maravilhoso
Aprendi muito sobre união,
Dos bichinhos da floresta
Que venceu o gavião.
sabiadamata
Enviado por sabiadamata em 05/11/2007
Código do texto: T724564
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sabiadamata
Barra da Estiva - Bahia - Brasil, 69 anos
21 textos (8832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 05:11)
sabiadamata