Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEPOIS DE OPERADO, FUI ABANDONADO!

Toda a vida se transformou
Deu mesmo forte guinada
Com tanto "tempo de casa"
Uma pessoa é despejada
É de mim que estou falando
A esposa acabou não aceitando
Aquela cirurgia demorada!

Do meu "Instrumento do Prazer"
Mais da metade foi extraída,
Grande parte virou sabão
Outra parte, mais enrijecida,
Virou ração para animais
Juntando com alguns sais
Está sendo muito vendida!

A gula é pecado grave
Falou Milla, grande poetisa
No site Recanto das Letras
Ela parece uma pitonisa
Junto com a mineira Mira
(Nada se bota, nada se tira)
Do meu instrumento, ironiza!

Mas, o fato que ocorreu
Quanto a minha operação
É que as mulheres choravam
Quando viam o "minhocão"
Mandavam procurar uma vaca
Porque com aquela estaca
Elas não queriam brincar não!

Foi triste e lamentável
Com o transcorrer dos dias
Fui acumulando só tristezas
Desapareceram as alegrias
Foi tirada "coisa demais"
Diferença grande se faz
Em casa, acabaram as fantasias!

Estou fora de minha casa
Desde o meu aniversário
Há mais de uma semana
Estou vivendo esse calvário
Minha mulher "quer aumento"
Prótese não fica a contento
O Boto virou um otário!

Pensei em cortar o resto
Mas de idéia logo mudei
Posso ainda encontrar alguém
Que aceite com o que fiquei,
Que seja seu número ideal
Agarre - o com força total
Dizendo: "Nesse pinto eu gamei!!!"

Pedrinho Goltara
Enviado por Pedrinho Goltara em 16/11/2007
Código do texto: T739350
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedrinho Goltara
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 64 anos
630 textos (127799 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 22:05)
Pedrinho Goltara