Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É Natal !


É Natal !

O sino toca, é Natal!
No ar, algo novo e ,elancólico. É um prenuncio de euforia, porque é Natal!
As vibrações positivas emanam de todas as partes do mundo trazendo e levando eflúvios divinos.
É Natal!
E, porque é Natal, o homem muda num espaço nada maior do que alguns dias ou, por alguns instantes apenas.
Mas, é Natal !
Há gritarias, alegrias e muita emoção por toda parte!
Os ruídos e os sons se confundem no ar - é Natal!
Natal e confusão. Confusão em casa, nas ruas, nas lojas e nas nossas cabeças também.
Os sentimentos se misturam e chegam ao âmago espiritual, com um toque místico, impreciso e incompleto.
E, é Natal!
Tudo é sorriso! Quanta promessa de uma vida melhor !
Parece que de repente, o homem espírito se sobrepõe ao homem matéria e, não apenas o seu coração bate no compasso harmonioso do amor, mas, todo ele exala amor, formando uma psicosfera salutar que se adensa nos braços fraternais dos irmãos que chegam, para desejar um Feliz Natal!
- Feliz Natal !
Risos, estampidos de champagnes espumantes, fartura de iguarias e variados presentes.
É Natal !
Todos parecem felizes, mas será que todos estão realmente felizes?!
- Feliz Natal!
Há luzes por todos os lados...
-Mas, o Natal não é a festa em que se comemora o nascimento de Jesus?!
-E, onde está Jesus?! ...
Ouço ao longe e até ao lado, um grito quase agonizante; um gemido rouco no afã nascente de uma tosca choupana e nas marquizes das cassas comerciais; nos asilos, nas casas de saúde, por toda parte; são lugares esparsos, onde a luz é fosca, não há presentes nem iguarias; não há nada além da dor, do escárnio, do preconceito, do desemprego e da fome; da falta de amor...São misérias sociais onde as pessoas ostentam semblantes tristes, rostos macilentos e marcados pela falta de tudo, e pela violência provocada pela indiferença dos homens. Essa gente, diz de si para consigo mesma num gesto medroso, com os olhos marejados de lágrimas de esperança:
- Jesus nasceu !...
E, num suspiro de alívio balbuciam:
-É Natal!...
Mas, não há festas e, até o abraço desaparece, permanecendo a promessa no coração e o desejo de quem nada tem e anseia um pouco de tudo ou alguma coisa apenas.
E, porque é Natal, quem sabe Jesus tenha nascido para o mundo e transformado os homens, trazendo a paz para a vida de todos?!
É Natal ! Feliz Natal !
E, se o Cristo nasceu ...
Feliz ano Novo também!
"Paz na terra aos homens e mulheres de boa vontade"!

Claudenice Rosário
 
 
Claudenice Rosario
Enviado por Claudenice Rosario em 19/11/2006
Código do texto: T295576
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudenice Rosario
Alagoinhas - Bahia - Brasil
54 textos (4435 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:53)