Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natal

Natal

 Marilda de Almeida

 

 

Chega o fim do ano e todos ficam contagiados com as festas de Natal e Ano Novo, parece que todos se tornam amigos.

Com a ilusão dos enfeites, dos presentes e ceias com velas chamejantes esquecem, do principal, Daquele que numa noite escura e fria nasceu numa manjedoura, cercado por animais que o aqueciam, cresceu com humildade, sem luxos e riquezas, sem presentes, coisas materiais que não tinham e não tem nenhum valor para Ele.

Pois com o seu nascimento, nasceu a chama da esperança de dias melhores, de amor ao próximo, de perdão, do fim das guerras e violências, fim da miséria, das pessoas que morrem de fome e frio.

E o que temos hoje é um desperdício de alimentos e objetos supérfluos só porque é Natal .

Temos que meditarmos nisso, nos que Ele nos ensinou, e não ficarmos preocupados com roupas, presentes, comidas e exageros.

E sim lembrarmos do principal de que Jesus nos deu sua vida em presente para tentar mudar o mundo e cadê o espírito de Natal, de ajuda ao próximo, de união dos povos e das famílias.

Quando criança, esperava com ansiedade na esperança de ganhar presentes e comidas diferentes, mas eles nunca chegaram e a comida não tinha nada de diferente, mas hoje o sonho acabou,  posso comprar o meu presente,  a comida que desejar comer, mas nada tem graça o que me põe angustiada, até acho um dia muito triste, pois o significado principal é esquecido, a paz, o amor e a amizade acaba no dia seguinte.

Enquanto se gastam milhões em aparatos bélicos para enfeitar as ruas, casas, muitos passam por necessidades básicas.

Gostaria que um dia, isso tudo mudasse e que esses milhões fossem usados para suprir as necessidades dos que morrem de fome e sem um teto para morar.

Daí sim, poderia comemorar e viver o verdadeiro Natal, aquele que Cristo nos ensinou.

 

Marilda, 30/11/06
Marilda de Almeida
Enviado por Marilda de Almeida em 14/09/2007
Código do texto: T652867
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marilda de Almeida
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 58 anos
72 textos (2501 leituras)
1 e-livros (138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 02:19)
Marilda de Almeida