Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRATERNIDADE NATALINA

FRATERNIDADE: ESPIRITO NATALINO
Marcial Salaverry

Fraternidade... sempre que chega nesta época do ano, essa palavrinha é muito lembrada.
Por todo canto, só se fala em fraternidade, que devemos nos ajudar uns aos outros, que devemos pensar nos menos favorecidos, que isso e que aquilo.
Mas, e no resto do ano? Aí é que o carro pega.  Por acaso é só em época de festas que devemos pensar e nos ocupar com os outros? Quer dizer que aqueles que precisam de ajuda fazem uma poupança que lhes permita viver sem precisar de mais nada nos outros 11 meses ?  Penso que não.
O grande problema é que existe muita picaretagem nisso, o que realmente é lamentável, pois as pessoas bem intencionadas ficam sem saber a quem realmente devem ajudar, sem estar sendo enganadas por autênticos malfeitores.
Existem centenas de entidades fantasmas que pegam uma lista telefônica e vão ligando para todos, pedindo ajuda para a entidade tal, que cuida de menores aidéticos (infelizmente, é o golpe da moda), para a entidade tal, que cuida dos traficantes necessitados, e vai por aí afora.
Usam e abusam do espirito de fraternidade que ataca mais nesta época do ano.  Quase todos estão propensos a colaborar, principalmente porque são sempre vozes simpáticas e amistosas que fazem as solicitações.  E o drama é esse: A QUEM AJUDAR ?
É muito frustrante colaborarmos com uma instituição, que depois verificamos ser "fria".  Portanto, quando tais solicitantes telefonarem, e se realmente for possível ajudar, é importante pedirmos o endereço, o telefone, nome, CIC e RG para averiguações.  E, antes de dar qualquer colaboração, termos o trabalho de verificar se a instituição realmente é séria.
Fraternidade, sim, mas com justiça e para quem realmente precisa e merece.  Infelizmente existe muita vigarice feita em nome da fraternidade, usando e abusando da boa fé e do espírito natalino.
Fraternidade sim, mas não só no Natal... durante todo o ano.  Seja com ajuda pecuniária, seja com ajuda moral, visitando asilos, orfanatos, levando um pouco de calor humano aos que realmente necessitam, e essa necessidade perdura durante todo o ano, e não apenas nas festas.
Algo, inclusive precisa ser feito no sentido de se colocar um paradeiro na ação dessas entidades, a fim de que a ajuda possa ser sempre direcionada àquelas que realmente existem, e que realmente prestam serviços aos necessitados.
Vamos procurar neste Natal, exercer a solidariedade, a fraternidade... mas olhando a quem, para que nossa ajuda não seja mal direcionada.
FELIZ NATAL...
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 04/12/2005
Código do texto: T80928
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19836 textos (1961235 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:49)
Marcial Salaverry