Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cadeira De Balanço

CADEIRA  DE  BALANÇO

Ontem eu fui na casa onde nasci e passei minha infância e adolescência. Fui pegar uma cadeia de balanço que minha mãe me deu. Pertencia à minha avó.  Quando entrei na casa  me  senti criança novamente. Ali estava o relógio cuco, xodó na minha avó, que tanto me fascinava. Ele hoje já não toca, não precisa, pois ouço seu canto dentro de mim.  Na sala, o lustre em forma de gota de chuva. Do lado direito, um rádio grande de madeira que meu avô costumava ligar bem alto, para desespero da minha avó. No alto das paredes, quadros dos meus bisavós e uma imagem de Jesus Cristo no Alto das Oliveiras. A cristaleira onde minha avó guardava os doces de coco e de mamão, ainda mantém o charme daqueles tempos.

A cadeira de balanço estava em frente `a televisão.  Parecia que o tempo parara Era  como se minha avó ainda estivesse ali,  sentada, lendo o jornal, A Gazeta.. Mas ela faleceu há alguns anos. Era uma mulher de personalidade forte, de voz firme, mas que sempre revelava um grande carinho.

Na minha memória minha avó permanece sentada em sua cadeira, lendo em voz alta as últimas notícias do jornal. Foi assim durante toda a minha infância. Eu menino, ao seu lado, ouvia com atenção seus comentários. Sua voz firme,  mas ao mesmo tempo suave, foi companheira das minhas tardes. Gostava de ficar no seu quarto, mexendo em suas peças de decoração que ficava em cima da penteadeira.  Ela sempre me oferecia um pedaço de doce de mamão, que ela mesmo fazia.  Nas manhãs da minha infância eu a ajudava a cuidar dos seus canários- belga. Ainda sinto na boca o sabor das uvas do seu quintal, principalmente das verdes que eu pegava escondido.

Agora, a cadeira de balanço está na minha varanda, e meus filhos brincam a meu lado. Sei que ela está aqui, sinto sua voz em meu coração e nas histórias que conto para os seus bisnetos.

Roberto Passos do Amaral Pereira
Enviado por Roberto Passos do Amaral Pereira em 07/04/2005
Reeditado em 02/11/2012
Código do texto: T10212
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roberto Passos do Amaral Pereira
Vitória - Espírito Santo - Brasil
1280 textos (127698 leituras)
11 áudios (1581 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:15)
Roberto Passos do Amaral Pereira