Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PORVENTURA OU POR VENTURA

A língua portuguesa tem muitos termos que, quando resolvemos escrever, acabam nos levando para situações embaraçosas e inusitadas.

Essas expressões, que acabei de usar, ilustram bem o que quero dizer: somente pessoas desembaraçadas tem coragem de escrever “embaraçoso” e usar o termo “inusitado”, só em casos inusitados mesmo.



A palavra “porventura”, por exemplo, pode significar coisas diferentes, bastando para isso estar grafada junto ou separado. Se seu significado for “por sorte” é separado (por ventura); se for “por acaso”, é junto (porventura).

Sorte e acaso são diferentes, pois o acaso pode nos trazer tanto sorte quanto azar.

Não consigo lembrar dos meus dias de azar se havia neles alguma ventura, mas lembro muito bem que, mais do que junto, eu estava colado a uma nuvem sombria.


O poeta Mario Quintana já disse que, em dias frios devemos utilizar ao escrevermos, em vez de “acima de tudo”, a palavra “sobretudo”.

Sábio poeta!

Indo nessa linha eu começo a achar que em dias quentes devemos ao invés de usar “uma boa cabeça”, “cabeça arejada” ou cabeça fresca” (pensando bem, “cabeça arejada” é melhor!).


Na primavera no lugar de usar o termo “requinte”, usar floreio.

No outono, ao invés de ler um livro, o ideal é “folhear” as páginas de um livro.


Ingressar ou introduzir? Se for se referir à entrada de um novo “membro” ao clube, o melhor é ingressar, introduzir é mais profundo.

Tem um amigo que sempre repete: “Eu prefiro que me enxotem do que me envaretem!”

Concordo com ele.


O termo “só” seguido de uma vírgula significa “sozinho”, já sem vírgula significa “apenas”.

Não sei se alguns de vocês, quando se sentiram sós, repararam se havia alguma vírgula por perto.

Eu quando me sentia só, sentia perto de mim um ponto final e muitas interrogações.


Mas o mais importante é que, se porventura você tiver dúvidas sobre qual palavra utilizar em uma frase, e mesmo sem pesquisar, escolheu uma, que por ventura estava adequada, você é um bem-aventurado.

Sérgio Lisboa.
Sérgio Lisboa
Enviado por Sérgio Lisboa em 09/06/2008
Código do texto: T1025901

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Lisboa
Cachoeirinha - Rio Grande do Sul - Brasil
181 textos (21074 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/10/14 09:12)
Sérgio Lisboa



Rádio Poética