Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SINCERIDADE... vamos procurar

Sinceramente, não estou achando a sinceridade muito sincera...
Osculos e amplexos
Marcial

SINCERIDADE...vamos procurar
Marcial Salaverry

Sinceramente, é um artigo bem dificil de ser achado.  Parece exigir grandes sacrifícios das pessoas, talvez por essa razão, seja uma coisa muito difícil para se definir, e até mesmo para se encontrar.
Na realidade,  é difícil sermos sinceros,  pois  existem ocasiões em que a verdade nos vem até a garganta mas, por educação, por respeito, a guardamos. Nem sempre ela é oportuna. Nem sempre nos é conveniente dizê-la.  Nem sempre ela poderá ser ouvida. Existem ocasiões, em que funciona a velha máxima do "me engana que eu gosto..."
Por vezes, temos vontade de dizer uma série de besteiras para uma pessoa que merece ouvi-las, mas nos calamos para não criar uma situação ruim.  Afinal por que provocarmos confusão? Nessas ocasiões, a verdade poderá criar sérios atritos.  Temos que usar da diplomacia também... Aliás, a diplomacia é a maneira mais elegante de se mentir...
Muitas vezes, ao falsearmos a verdade, justificamo-nos dizendo ter agido diplomaticamente...
Isto quer dizer que não podemos ser sinceros? Bem... não é bem assim. Existem situações em que a sinceridade se impõe, como por exemplo, nas questões de amizade. Com os amigos temos que ser sinceros. Bem, quase sempre, pois por vezes chegamos à conclusão de que a melhor maneira de conservar uma boa amizade é deixar prá lá alguma coisa, . principalmente se a amizade nos for compensadora.   A sinceridade, portanto, depende muito do jogo de interesses...
Contudo,  se um amigo nos ofendeu voluntariamente ou não,  devemos usar de nossa sinceridade e, ao invés de simplesmente nos magoarmos e nos calarmos, devemos procurá-lo, fazendo com que ele veja sua inconveniência, e darmos a oportunidade para que ele explique a atitude e se desculpe. Isso é ser amigo. Mostrar um eventual erro, e dar-lhe a chance de uma explicação.
São meros exemplos. Existem muitas situações que temos que ser sinceros.
Principalmente nas questões do amor. Se amamos ou se não amamos, devemos ser sinceros, não se deve brincar com os sentimentos, pois  esta é uma brincadeira perigosa que pode ter algumas conseqüências tristes para as vítimas. Não há pior coisa para uma pessoa, do que julgar que o parceiro a ama de verdade e depois, quando cai na real, seu mundo desaba. Penso que devemos sempre usar a sinceridade.  Quando não há possibilidade de um romance... para que iludir? a verdade por vezes pode doer um pouco, mas é melhor do que fomentar uma ilusão muito tempo.  Jogo aberto, sempre.
Li hoje, um pensamento muito interessante, do meu amigo L'Inconnu, e que expressa bem a necessidade que existe de sermos sinceros, vejam:
Seja você mesmo. Sobretudo, não simule afeição e não transforme o amor numa brincadeira, pois, no meio de tanta aridez, ele é perene como a relva.
Então, se por um motivo ou outro não pudermos nos dedicar a alguém, nunca devemos iludir a outra pessoa, para não deixar que se encha de ilusões, que depois irão ruir por terra. A sinceridade é que ajuda a manter as boas amizades. É muito melhor ser um bom amigo, do que um falso amor.
E como são importantes as boas e sinceras amizades. Sentindo que o amigo (a) é uma pessoa sincera e confiável, pedimos auxílio, fazemos confidências, pois sabemos que do outro lado existe alguém cuja franqueza e amizade nos permite certos desabafos. Não tenham dúvidas de que isso é tão bom para um lado, quanto para o outro., pois é muito bom saber-se útil, saber que outras pessoas confiam em nós.
Então, com toda a sinceridade do mundo, espero que todos tenham UM LINDO DIA.
___________
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 24/01/2006
Código do texto: T103021
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19859 textos (1962970 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:12)
Marcial Salaverry