Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O "TROPICÃO"

Há muito, muito, muito tempo, na fazenda do senhor Geraldo, em Minas Gerais, era costume servir uma sopa aos trabalhadores, à noite.
Para dar mais sustância aos empregados, de vez em quando, sua esposa punha um pedaço de carne, que o pessoal chamava de “tropicão”.
Certa vez, o fazendeiro estava servindo os pratos, como fazia sempre, e a concha esbarrou numa coisa dura.  Aí, ele pensou:
-Ôba! Hoje a mulher botou “tropicão” na sopa! Hum... Parece que é um baita pedaço de carne seca!  Vou deixá-lo para mim, que não sou besta!
Enquanto os colonos jantavam a luz de lamparina, o homem pôs o “tropicão” no seu prato e o levou à boca, com avidez.
Como estava muito duro, ele o prendeu nos dentes e puxou com a mão, a fim de arrancar um pedaço.
Puxa daqui, puxa dali, numa batalha sem fim, o matuto  resolveu olhar pertinho das chamas do fogão, que carne esquisita era aquela.
Ao constatar o fato, o homem exclamou:
-Jesus amado!!! É um morcego!!!


Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 03/02/2006
Código do texto: T107568

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anna Célia Dias Curtinhas _ http://annacelia.multiply.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 70 anos
1158 textos (55246 leituras)
1 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:25)
Anna Célia