Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMO MUITO TUDO ISSO.

Amo muito tudo isso
Que é simples demais
Um sorrisso amigo
Um sentar-me na praça
Um olhar pro nada e me perder
Um dizer sem pensar e mesmo assim
Saber dizer
Um respirar mais lento
Na lentidão de viver melhor
Um pegar na mão do aflito
E fazê-lo confiar em mim

Amo muito tudo isso
Na contramão do consumo
De não ter que trocar de carro todo ano
Só por trocar de modelo.

Amo muito tudo isso
Em não ter para mim paradigma
Em estudar para aprender
E não passando em concurso por competição
Não perder o tesão do amor pelas letras

Amo muito
Ser assim um urbano-caipira
Com saudade de broa de milho
De chouriço
De torresmo
Ser um europeu-brasileiro

Amo muito dizer
Amo muito fazer
Amo muito ler
Amo muito os verbos do prazer
Não um prazer de luxúria
Mas uma luxúria de prazer
Que não é trocadilho simples
Mas, uma inversão no ser
Porque mesmo o prazer amado
Deve ser bem dosado
Pra não ser somente um dever de casa
Chato para cara....velas de cabra...lho.
Amo muito escrever com pouca pontuação
No ritmo do meu cérebro
Da minha imaginação.

Amo muito.
jose antonio CALLEGARI
Enviado por jose antonio CALLEGARI em 09/02/2006
Reeditado em 09/02/2006
Código do texto: T109679
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose antonio CALLEGARI
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
475 textos (25268 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:34)