Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TIPOS DE AMOR

Quanto mais se fala de amor, mais há o que se falar...
Osculos e amplexos,
Marcial

TIPOS DE AMOR
Marcial Salaverry

Amor, é o sentimento universal que fala de bem querer. Seja a alguma criatura vivente, seja a um objeto, seja ao que for, desde que seja um sentir nobre, que denote os bons sentimentos da alma humana.
Existem dentre os diversos tipos de amor, alguns que sempre são discutidos e muito falados.
Sempre cabe algum estudo nesse sentido.
Meu amigo L'Inconnu, me passou tres afirmativas categóricas nesse sentido. São elas:
TODA MÃE AMA SEU FILHO - TODO HOMEM AMA O SEXO - TODA MULHER AMA O AMOR.
Sem dúvida, tres afirmativas interessantes. analisemo-las, pois:
1-TODA MÃE AMA SEU FILHO.
Absolutamente exata a premissa, respeitando-se claro, algumas rarissimas exceções, a mãe sempre ama o filho incondicionalmente, seja ele o safado que for. Pergunte para a mãe do Lula o que ela pensa dele, mesmo sabendo o quanto está sendo xingada por milhões de brasileiros. Mãe, é e sempre será, MÃE.
Muitas vezes o amor de uma mãe é cego. Ela sempre verá "o seu menino". E por vezes não é capaz de ver a realidade. Coisas de um amor incondicional.
2-TODO HOMEM AMA O SEXO
Igualmente premissa exata. Existe algumas exceções, com espirito romantico,  que amam o amor, amam simplesmente amar, mas em geral, o sexo sempre será a primeira idéia masculina. E não apenas como sentido de reprodução. Aliás, entre os animais também... os machos sempre estão querendo "aquilo"... Embora as fêmeas dependam de estar no cio. Já as fêmeas humanas independem desse único periodo para que a sua sexualidade esteja acordada. Talvez por isso a libido masculina seja mais exacerbada. Muitas vezes essa libido se manifesta por outros homens, num indicativo de que a idéia é muito certa.
Como toda regra, esta também terá exceções, mas no geral, a idéia é essa mesma.
3-TODA MULHER AMA O AMOR
Concordo em parte, pois as mulheres também apreciam e muito o sexo, e nem sempre exigem que haja amor. No passado as mulheres sempre tiveram o amor sufocado, sendo submetidas a um machismo que lhes coibia o livre pensar. Agora que sua sexualidade está liberada, já não fazem tanta questão do amor para amar, desde que haja pelo menos o desejo. A coisa é dividida, pois existem muitas mulheres ainda com espirito romantico, que só admitem sexo com amor. Mas em nome dos séculos em que foram obrigadas ao sexo "por obrigação", estão encampando bem a idéia da "liberdade sexual", ainda que confundindo um pouco com "liberalidade sexual".
Claro que não estaremos falando das e dos "profissionais do amor", embora aqui seja um outro tipo de amor, ou seja, o "amor ao dinheiro".
O amor sempre será um tema que sempre haverá algo a ser dito, a ser discutido.
Mas, de qualquer maneira, é e sempre será algo indispensável para o bem viver.
Convenhamos que sem amor, a vida fica muito árida.
Sem não tiver ninguém para amar, AME-SE, e já é um amor muito importante. Apaixone-se por aquela simpática criatura que todas as manhãs te espera do outro lado do espelho, tendo assim, sempre UM LINDO DIA.




 
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 17/02/2006
Código do texto: T112974
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 75 anos
16543 textos (1748230 leituras)
3 áudios (767 audições)
6 e-livros (2083 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/11/14 01:31)
Marcial Salaverry



Rádio Poética