Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Katilcemania

Quando vi o verdadeiro mar de gente nas areias de Copacabana durante o show dos Rolling Stones no último fim de semana, pensei. "Que loucura". Ver toda aquela gente em uníssono e em paz, (parece que houveram poucos incidentes) foi de fato muito bom.

Era como ver que a sociedade pode sim viver em paz na bela cidade do Rio de Janeiro tão cansada de lutar contra a violência urbana que mancha de sangue suas ruas e sua imagem mundo à fora. Daí me ocorreu a idéia de escrever algo sobre o evento, que para mim seria sem dúvida o evento do ano, ao menos até o surgimento de algo à altura. Pois estamos falando de um milhão e duzentas mil pessoas presentes no show. Um dos maiores da história de que se tem conhecimento.
 
Mas como de costume, as coisas acontecem inesperadas, e do nada eis que surge um fenômeno tão arrazador quanto a maré de gente em Copa. O Tsunami Katilce. A bancária do interior do estado fluminense que em poucas horas se tornou a maior celebridade do Orkut, que por sua vez é o maior banco de dados de relacionamento do mundo. O perfil dela foi o mais mais visitado do sistema e recebu até meio dia de hoje meio milhão de recados. E o número continua a crescer a cada segundo. Um explosão em cadeia como a da bomba atômica, com consequências ainda desconhecidas. O que será dessa menina agora? Onde está Katilce?
 
De um dia para o outro ela se tornou objeto de discussão no Brasil inteiro e até mesmo fora do páis, em dimensões menores. Eu por exemplo moro na Suíça e estou discutindo esse fenômeno com amigas da Alemanha, tanto para dar um exemplo da extenção do episódio, como as ondas Tsunamis, Katilce viajou em poucas horas, milhares de km mundo à fora.

Tem muia gente falando nela. Alguns tentando apenas brincar, divertir e se divertir. Outros querendo tirar sarro da menina que beijou o Bono em rede nacional e cantou junto com o ídolo diante de mais de 70 mil pessoas. Eu não teria coragem, palmas para ela. Outros tentando difamar a menina, mas esse tipo de gente sempre aparece para destilar seu veneno do qual não fazemos questão.
 
Levado pela curiosidade fui ao perfil da nova celebridade virtual e devo admitir que dei muita risada com a originalidade dos internautas brasileiros. Tinha de tudo. Mensagens do tipo; "Filma eu Galvão", "Mãe eu tô na Katilce", assim como diversos anúncios de "vendo" e "compro", um mais engraçado que o outro. Entre os tantos recados o que eu achei mais inteligente foi o seguinte. "Tudo o que é Bono dura pouco". Eu mesmo deixei a minha marca o que me leva a falar do próximo aspecto desse fenômeno.
 
Além de receber dezenas de recados por segundo, Katilce também recebeu dezenas de comunidades, até ontem eram mais de 40. "Katilce para presidente", "Katilce na Playboy", (eu também quero), "Katilce no Jô Soares", (bem provável, visto o tanto de gente desinteressante que ele convida), "Te conheço do chat da Katilce?", "Eu te vi na Katilce", "Eu deixei scrap pra Katilce", entre tantos outros.
 
Katilce é um fenômeno do era da comunicação sem barreiras. A comunicação multimídia e instantânea, onde a internete e os sistemas de conversa online são a ordem do dia. Resta agora saber até quando essa mania irá durar. Por ora, temos apenas a certeza da força desse poderoso meio de comunicação em massa e os seus efeitos imediatos, o futuro ainda é incerto.

O próprio Orkut é um meio onde pessoas tentam desesperadamente se tornar celebridades. Há incontáveis perfis com a legenda lotado onde o dono escreve uma mensagem, dizendo que esse perfil lotou e que é para adicionar no próximo. Pessoas que adicionam milhares de desconhecidos e entram em centenas de comunidades, quando está claro que não será possível falar com todos nem participar das comunidades, querem apenas ser vistas.

Por isso criaram-se os sistemas de mensagens automáticas e em massa no Orkut. Os bichinhos, os links, as mensagens em código e tantas outras modas que chegaram e se foram na mesma velocidade em que se propagaram. Eram todos instrumentos usados para mostrar o quanto as pessoas são simpáticas e populares. A Katilcemania é o mais novo método para chegar à popularidade, no Orkut e quem sabe conquistar 15 minutos de fama.

Katilce é a mistura bem sucedida de da alegria do povo brasileiro, (que mesmo diante de todos os problemas não perde sua espirituosidade), com a necessidade de ídolos e exemplos a serem seguidos por grande parte do nosso povo. PS: Será que vai chegar a um milhão? E depois? Onde vamos parar?

Um abraço a todos.
Ullisses Salles 22.02.2006
Ullisses Salles
Enviado por Ullisses Salles em 22/02/2006
Reeditado em 22/02/2006
Código do texto: T115026
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ullisses Salles
Suíça, 40 anos
219 textos (69807 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:42)
Ullisses Salles