Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um presente sui generis


Entre os presentes que ganhamos pelo casamento, um era sui generis: um pinico branco, de bom tamanho, esmaltado.
Teve uma longa vida profissional, servindo-nos com fidelidade até seus últimos dias! Mas antes dessa trajetória, ele teve seu dia de glória.

Um dia, veio nos visitar  meu primo Vicente Corrêa,  o autor desse  mimo de presente. Depois de uma boa prosa, chegou a hora do lanche, preparado com carinho para essa visita tão cordial. Travessas de louça com biscoitos, bolachas e bolos foram colocadas na mesa, deixando o  centro livre,  para um pinico cheio de leite!
Muito branquinho, ele reluzia em cima do forro bordado,  em  ponto de cruz!

Mas  cadê a coragem do primo de servir-se daquele leite? Quem lhe garantia a virgindade  do  pinico e que  tudo aquilo não passava de uma brincadeira?


fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 06/03/2006
Código do texto: T119682
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204252 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:15)
fernanda araujo