Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lassie

A série que estreou em 1954, mostrava  as aventuras do cão Lassie, que  consegue perceber,  quando alguém está em perigo  e que alerta os seus donos para isso. Se for necessário, ele mesmo intervém, sem qualquer ajuda dos humanos. O programa durou até 1974 e alcançou a marca de 588 episódios.
Lassie era um cão Collie macho que encantou adultos e crianças. Era aquele  cachorro ideal, o cachorro que toda a família queria ter. Em todos os episódios, ele salva pessoas, protege os mais fracos.
***
Meus meninos  ficavam de olho no relógio e não perdiam uma cena desse seriado. Esse amor ao cãozinho, eles recompensavam quando iam à roça, brincando com  os cães de guarda. Um dia, a pedido deles, trouxe os dois cachorrinhos  para passar em minha casa,de um dia para o outro. A felicidade foi tamanha que dormiram os quatro  na mesma cama. E, nessa noite, todos fizeram xixi na cama. Acho que até de emoção.
Uma tarde, Sávio e Cássio brincavam na garagem e o portão estava semi-aberto. Despistadamente, sem a menor cerimônia,  por ali passou uma cachorrinha preta, com pequenas manchas brancas pelo corpo. E logo já foi fazendo amizade com os meninos. Ela até ganhou nome: Lassie. A cachorrinha   foi ficando em  nossa casa e era tratada a pão-de-ló. Toda manhã, os dois meninos  gostavam de olhar o movimento  da rua, o vai-e-vem dos carros. Como a janela possuía grades, eles sentavam-se   um de cada lado e a Lassie no meio  do peitoral, que era bem largo.
Nossa  auxiliar,  Vera Verdadeira ,  enquanto isso, arrumava a casa, lavava a roupa e fazia o almoço.
Um dia, seu trabalho foi interrompido por um forte choro dos meninos. Corre para a sala e o que ela assistiu  a deixou muito triste. Os meninos, desesperados, contaram que uma senhora passou na rua e olhando para a cachorrinha disse com os braços abertos:
- Pepita!
-Não, dona,  o nome dela é Lassie!  Responderam os dois  inocentemente.
Nessa altura, Pepita já tinha dado um salto através das grades, e, sem nenhuma despedida, foi-se embora nos braços de sua dona, deixando para trás duas crianças no maior choro, na maior desilusão!

                                     ***

Camilly, fiquei muito feliz com seu comentário. Tentei enviar e-mail agradecendo mas ele voltou.

Meus filhos, hoje adultos, sempre tiveram grande amor e carinho pelos animais principalmente pelos cães.

E nesta crônica ficou registrado este episódio onde dois deles são  protagonistas.

Obrigada e um grande abraço mineiro.

Fernanda
fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 09/03/2006
Reeditado em 21/03/2013
Código do texto: T120780
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204313 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:44)
fernanda araujo