Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para o Lourenço

           
Pegadas na areia
“Uma noite eu tive um sonho. Sonhei que estava andando na praia com o Senhor e, através do Céu, passavam-se cenas da minha vida.(...)”

Esse é o início do poema “Pegadas na areia”   que foi  escrito em  1936 por Mary Stevenson (11/8/22 - 1/6/99) que recebeu os direitos autorais da obra em 1984 depois de provar que o poema é de sua autoria. Ele correu o mundo, a muitos ajudando.

Um dia, ele chegou lá em casa pelas mãos de minha amiga Leony. Estava “bordado” num quadro de madeira  e logo enfeitou a parede de meu quarto. Sempre que por ele passava, automaticamente, pensava numa linda praia  que eu, descalça, ia caminhando com o Senhor ao meu lado!

Surpreendi, certa vez, minha auxiliar Aparecida toda compenetrada em frente ao quadrinho, lendo o poema. Seus lábios moviam-se sutilmente e foi depois de um bom tempo que ela reparou em minha  presença. Ainda emocionada me disse:

- “É bonita demais essa oração: PEZADAS NA AREIA!”

Lourenço,
esta crônica ofereço-a em agradecimento pela sua presença em meu "O Grito".




fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 10/03/2006
Código do texto: T121456
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:10)
fernanda araujo