Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No fundo do buraco


Na vida às vezes atravessamos um buraco do mundo,
onde entramos nele sem nem saber como,
e quando chegamos bem lá no fundo,
nos sentimentos desorientados, completamente perdidos.
até que olhando para o alto, uma réstia de luz nos chama para a vida.
Mas na concretude, as réstias de luz são lamparinas que nossos amigos
carregam em suas mãos, procurando cuidar daqueles que
o seu coração agasalha.
Assim quase sempre, na borda do buraco
há um amigo ou amiga disposto a jogar a corda
e nos  trazer para a luz, ofertando carinho e ternura
mostrando o quanto somos importantes para
continuarmos a viver com dignidade e alegria.
E estes amigos são agulha no palheiro, de tão raros que são e quando os encontramos em nosso caminho,
somos gratos a Deus e abraçamos o amigo
com toda a força do nosso afeto.
Tive o privilégio de conhecer pessoas assim,
reais e virtuais, ao longo da vida,
que me estenderam a mão em momentos  de angústia
e aflição.
A eles o meu sentimento profundo
de gratidão e reconhecimento eterno.
Na vida nada somos a não ser pela presença do outro,
que é nosso espelho e nos substancia, nos afaga e orienta.
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 12/03/2006
Código do texto: T122384
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:14)
Guida Linhares

Site do Escritor