Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                     Meus seios
      Rosa Pena



 
 Pronta para sair, minha filha diz:
— Mãe, seus peitinhos estão meio caidinhos.
Puta da vida e com pressa, aviso que não tenho como colocar sutiã.
Vão aparecer as alças, e o sem alça vai aparecer na cava.
Ela insiste e me deixa insegura.
Então, aceito a sugestão de uma menina de vinte anos com tudo em cima.
Ela coloca o tal L'Bra, um sustentador de seio transparente à base de cola.
Um band-aid dos peitos em declínio, mas de peitinhos tipo trinta e seis.

 Ponho a porra e vou.

A cada freada o band-aid bandido descola.
Um peito no céu... o outro no inferno.
A cola coça. Vou ao banheiro do shopping.
Não sai. Piora.
Ferrada e suada, desisto.
Fico com um par de seios estranho, sinto falta dos meus originais.
Viva meus peitos vividos...
livres,
leves,
soltos.

2003

livro PreTextos
ISBN

 

Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 23/04/2005
Reeditado em 10/10/2008
Código do texto: T12641
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
960 textos (1420112 leituras)
48 áudios (24767 audições)
33 e-livros (29060 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:29)
Rosa Pena

Site do Escritor